Ponte Preta já se sente fortalecida

A vitória da Ponte Preta sobre o campeão São Paulo por 2 a 1, sábado, no Morumbi, foi importante para escapar do rebaixamento no Campeonato Paulista. Agora, os jogadores ponte-pretanos pegam o resultado como uma demonstração da qualidade do elenco, colocada em dúvida pela fraca campanha no Campeonato Paulista. Com a vitória, o time campineiro soma 22 pontos.O técnico Osvaldo Alvarez mantém a cautela. Ele acha que a Ponte tem uma base para enfrentar o Campeonato Brasileiro, que começa daqui a duas semanas, mas precisa de reforços. "O grupo é bom, mas temos carências em algumas posições. Em outras, temos excesso de jogadores. Precisamos buscar o equilíbrio, mas isso só depois de acabar o Paulistão".O meia Danilo não esconde o entusiasmo: "Vencemos o melhor time do campeonato e com justiça. Temos excelentes jogadores e poderíamos estar em condições melhores não fossem alguns resultados inesperados, que acontecem no futebol". Já o atacante Roger, herói do jogo ao marcar os dois gols, preferiu dividir as glórias com os companheiros e espera terminar o ano com sucesso e muito dinheiro no bolso. "Coloquei na minha cabeça que este seria o meu ano. E tem sido bom, apesar da torcida gostar pegar no pé", comentou Roger, de apenas 18 anos, um eterno perseguido pela torcida e que mesmo assim lidera a artilharia do time, com nove gols.O elenco da Ponte volta ao trabalho nesta segunda-feira, iniciando a preparação para o jogo contra o Santo André, domingo, no Majestoso, no encerramento do Campeonato Paulista.

Agencia Estado,

10 de abril de 2005 | 16h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.