Ponte Preta mantém treinos fechados e ganha reforços do departamento médico

A tática utilizada pelo técnico Guto Ferreira para os últimos jogos da Ponte Preta no Campeonato Brasileiro vai continuar. Nesta terça-feira, ele informou que assim como fez nas últimas três semanas, manterá todos os treinos coletivos fechados para a imprensa, entendendo que é o momento de mais privacidade para a montagem do time.

Estadão Conteúdo

28 de julho de 2015 | 20h32

Guto Ferreira não divulgou com antecedência as escalações nos últimos quatro jogos e, apesar de acreditar na prática, o time não vem tendo os resultados esperados. Nestas partidas, foram uma derrota, dois empates e apenas uma vitória - 2 a 1 sobre o Coritiba -, sendo que mesmo assim o clube campineiro acabou eliminado da Copa do Brasil, posteriormente, em cobranças de pênaltis.

E para o próximo compromisso - contra o Figueirense, neste domingo, em Florianópolis -, o técnico deve fazer muitas mudanças. Afinal os zagueiros Renato Chaves e Pablo e o atacante Cesinha retornam de suspensão, enquanto que o volante Josimar, que também não enfrentou o Internacional por força contratual, estão liberados. Por outro lado, o lateral-esquerdo Gilson e o atacante Biro Biro receberam o terceiro cartão amarelo e cumprirão a automática.

REFORÇOS - O treino desta terça-feira trouxe três boas novidades para o treinador. Recuperados de lesão, o lateral-esquerdo João Paulo, o meia Adrianinho e o atacante Diego Oliveira se juntaram ao restante do elenco, mas fizeram um treinamento mais específico. A comissão técnica ainda não sabe se contará com os três diante do Figueirense.

Dos retornos, o mais comemorado foi o de João Paulo. Titular no Campeonato Paulista, o lateral-esquerdo sofreu uma fissura no calo ósseo do tornozelo esquerdo após um encontro com um jogador adversário no dia 11 de março, quando a Ponte Preta estava na primeira fase da Copa do Brasil contra o Vilhena-RO. Antes, ele já tinha fraturado o mesmo local.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaGuto Ferreira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.