Ponte Preta minimiza tropeço e se foca no Corinthians

O empate diante do Figueirense, por 2 a 2, no último sábado, em casa, não estava nos planos da Ponte Preta. Apesar de considerar um tropeço, o técnico Gilson Kleina preferiu um discurso otimista. Ele minimizou o resultado e ressaltou os quatro pontos somados nos últimos jogos em que o time se afastou da ameaça do rebaixamento.

AE, Agência Estado

10 de setembro de 2012 | 20h46

"Nós queríamos a vitória, assim como o torcedor. Mas se tivéssemos empatado com o Flamengo - a Ponte venceu por 1 a 0 - e vencido o Figueirense, estaria todo mundo feliz. O fato é que fizemos quatro pontos em dois jogos e agora é dar sequência e, principalmente, recuperar esses jogadores", argumentou.

Agora, o treinador quer que o elenco esqueça a última partida e se foque no Corinthians, adversário de quarta-feira, em São Paulo, pela 24.ª rodada. Embora haja possibilidade de o adversário utilizar um time misto, o comandante ponte-pretano não espera moleza.

"O Corinthians é um time que já vem em um padrão de jogo desde o ano passado. Não sei qual será o planejamento deles sobre poupar jogadores, mas eles têm um elenco muito qualificado. Temos que enfrentar o Corinthians independente de quem entrar em campo", concluiu.

A Ponte contará com os reforços do goleiro Edson Bastos e do lateral-direito Cicinho, que retornam de suspensão. A dúvida fica por conta do atacante Luan, poupado do treino na manhã desta segunda-feira. Ele ficou fora contra o Figueirense, devido a uma inflamação na garganta e dores musculares na região do glúteo.

Após o empate de sábado, a Ponte caiu para a décima posição, com 31 pontos. Foi ultrapassada pelo próprio Corinthians, que também tem 31, mas leva vantagem no saldo de gols. A distância para a zona de rebaixamento também diminuiu. Agora, o primeiro na degola é o Sport, com 22 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.