Ponte Preta não perde a esperança

Mesmo tendo perdido seus últimos três jogos, a Ponte Preta tem esperança de ainda brigar por posições dentro do Campeonato Brasileiro da Série A motivada pelo bom futebol mostrado diante do Fluminense, domingo à noite, em Volta Redonda. Mas como antes, o time precisa vencer o Santos, quarta-feira à noite, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 36.ª rodada. "Só não podemos perder jogos de maneira boba. Isso já tinha acontecido diante do São Paulo, no Morumbi, quando jogamos bem e perdemos por 3 a 2, com um gol no final e agora diante do Fluminense, quando tínhamos o empate de 3 a 3 garantido e sofremos o quarto gol nos acréscimos", resume o técnico Estevam Soares. As últimas três derrotas, diante de Figueirense, São Paulo e Fluminense, deixaram o time com os mesmos 44 pontos, mas agora na 13.ª posição, podendo sonhar com uma vaga na Copa Sul-Americana sem perder o medo de ficar na zona de rebaixamento. O time não vence fora há mais de três meses e, coincidentemente, sua última vitória aconteceu diante do Santos, na Vila Belmiro, por 1 a 0, no dia 27 de julho. O Santos, desta vez, será o adversário no Majestoso. O volante Ângelo, com uma lesão muscular, está vetado e existe a expectativa pelo retorno de Everton, afastado há vários jogos por contusão. O zagueiro Galeano, após cumprir suspensão, fica à disposição e o técnico pode optar pelo esquema 3-5-2. O meia Danilo pode retomar no meio de campo a vaga do instável Piá. Os jogadores que não atuaram em Volta Redonda treinaram fisicamente nesta tarde e um tático, seguido de coletivo, vai definir nesta manhã de terça-feira o time para tentar a reabilitação.

Agencia Estado,

31 de outubro de 2005 | 16h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.