Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Ponte Preta negocia contratação de Doriva antes de planejar a Série B

É provável que o interino João Brigatti seja mantido até o término do Troféu do Interior

Estadão Conteúdo

22 de março de 2018 | 19h18

A eliminação do Novorizontino nas quartas de final do Campeonato Paulista acelerou o planejamento da Ponte Preta para o restante da temporada. Negociando com o time de Campinas, o técnico Doriva é aguardado nesta sexta-feira no estádio Moisés Lucarelli para bater o martelo sobre a sua transferência. É provável que o interino João Brigatti seja mantido até o término do Troféu do Interior, competição na qual o clube faz boa campanha.

+ Confira a tabela do Campeonato Paulista

Doriva vinha negociando com a direção da equipe campineira desde a saída de Eduardo Baptista, mas o treinador não abriu mão de finalizar seu trabalho com o Novorizontino. O clube se classificou às quartas de final com a terceira melhor campanha do estadual, com 20 pontos, e o segundo melhor ataque, com 18 gols marcados, caiu diante do Palmeiras após sofrer duas derrotas: 3 a 0 em Novo Horizonte e 5 a 0 em São Paulo.

O retorno do técnico para o Moisés Lucarelli pode cicatrizar uma ferida que ficou exposta em 2015. Na época, ele comandou o clube em uma reação curta e impressionante na briga contra a zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, mas, antes do término da temporada, deixou o Moisés Lucarelli "pela porta dos fundos". Com proposta para assumir o São Paulo, abandonou o projeto do time de Campinas, irritou boa parte da torcida, e foi comandar o rival do Morumbi. Lá teve uma passagem rápida.

Doriva tem 45 anos e começou o trabalho como técnico em 2013 com o Ituano. No ano seguinte, já conquistou o Campeonato Paulista com o time de Itu, o elevando de patamar. Conseguiu um contrato com Atlético-PR, mas não deslanchou, porém foi campeão carioca com o Vasco da Gama. No currículo, ainda tem passagens menos positivas por Bahia, Santa Cruz e Atlético Goianiense.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaDoriva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.