Ponte Preta pede o apoio da torcida

Há sete jogos sem comemorar uma vitória no Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta busca apoio de sua torcida para se reabilitar e permanecer na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Para isso, a diretoria está trabalhando no que denominou " Projeto Tricolor", começando pela redução nos valores dos ingressos na partida diante do São Paulo, no próximo domingo, às 18 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.O clube disponibilizou uma carga de 14.900 ingressos. Os bilhetes da arquibancada serão de R$ 10,00, com meia-entrada a R$ 5,00 para estudantes, aposentados, mulheres, sócios e professores da rede estadual.A Ponte está numa situação complicada no campeonato, ocupando a 21ª posição, com 46 pontos. Além do São Paulo, vai pegar o Flamengo, no Rio, e encerra sua participação contra o Fortaleza, em Campinas.Além da luta contra o rebaixamento, a Ponte enfrenta um jejum de 139 dias sem ganhar em casa. A última vitória aconteceu no dia 13 de julho, pela 18ª rodada, quando derrotou o Bahia por 1 a 0. E esse não será o único tabu a ser quebrado, já que o clube não vence o São Paulo em Campinas há quatro anos. O último feito aconteceu nos playoffs do Brasileiro de 1999, no dia 21 de novembro, quando ganhou por 2 a 1.O técnico Abel Braga sabe das dificuldades que serão encontradas e, por isso, encara o jogo contra o São Paulo como mais uma decisão. "A Ponte Preta briga para permanecer na elite do futebol brasileiro, enquanto o São Paulo quer uma vaga na Libertadores da América. Essa partida será uma decisão para as duas equipes", acredita.Duas mudanças estão previstas no time. O meia Piá retorna de suspensão e deve assumir o posto de Ângelo. Já o lateral-direito Marquinhos, que foi expulso, deverá ser substituído por Carlos Alexandre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.