Ponte Preta perde para Novorizontino e desperdiça chance de disparar no Grupo D

Alvinegro bobeia e é derrotado dentro de casa, por 2 a 1

Estadão Conteúdo

18 de março de 2017 | 20h54

Na estreia do terceiro uniforme, de cor azul, a Ponte Preta perdeu para o Novorizontino por 2 a 1, neste sábado, no estádio Moisés Lucarelli, e desperdiçou a oportunidade de disparar na liderança do Grupo D do Campeonato Paulista.

Apesar da derrota, o time de Campinas continua na primeira posição, com 15 pontos, já que o Mirassol, segundo colocado com 14, perdeu para o Santo André por 3 a 2. O Santos, que joga contra o Palmeiras neste domingo, tem 13. O Novorizontino segue na vice-liderança do Grupo C, com 13, três à frente do São Bento e do próprio time do ABC Paulista.

A Ponte Preta usou o fator casa para pressionar o Novorizontino nos dez minutos iniciais, mas a tentativa durou pouco. O time visitante ganhou corpo, assumiu o controle do jogo e acabou abrindo o marcador aos 33 minutos. Fernando Gabriel deixou Roberto na frente de Aranha. O atacante tocou para o gol, mas antes de a bola atravessar a linha, Cléo Silva chegou para empurrar: 1 a 0.

O Novorizontino poderia ter saído ainda com uma vantagem mais larga da primeira etapa. Fernando Gabriel, que vinha sendo o nome do jogo, teve três oportunidades. Em uma delas, mandou a bola na trave. Roberto também assustou. O atacante exigiu uma grande defesa de Aranha, em um belo chute de fora da área.

No segundo tempo, foi o Novorizontino que começou em cima da Ponte Preta. Desta vez, a pressão deu resultado e o visitante ampliou o placar. Aos quatro minutos, Roberto recuperou a bola no meio de campo, deixou Fernando Bob para trás e passou para Everaldo. O atacante chutou de esquerda, a bola desviou em Marllon e foi para as redes: 2 a 0.

Em desvantagem, a Ponte Preta partiu para cima e diminuiu aos 14 minutos. Após cobrança de escanteio de Lucca, William Pottker cabeceou para o gol. O empate ficou perto de sair logo na sequência. Jeferson cruzou, a bola atravessou a área e parou nos pés de Nino Paraíba, que parou na defesa de Michael. Os últimos minutos foram de pressão total do time da casa, mas que não transformou as chances no esperado gol de empate.

Na próxima rodada, a Ponte Preta visita o Santo André na terça-feira, às 15h, no estádio Bruno José Daniel. No mesmo dia, às 19h, o Novorizontino recebe Audax, de Osasco, no estádio Jorge Ismael de Biasi.

FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 1 X 2 NOVORIZONTINO

PONTE PRETA - Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Yago e Jeferson; Fernando Bob, Mateus Jesus (Ramon) e Ravanelli (Matheus Cassini); Lins (Yuri), William Pottker e Lucca. Técnico: João Brigatti.

NOVORIZONTINO - Michael; Moacir, Domingues, Diego Sacoman e João Lucas; Doriva, Éder e Fernando Gabriel (Henrique Santos); Cléo Silva (Henrique), Everaldo (Alexandro) e Roberto. Técnico: Silas Pereira.

GOLS - Cléo Silva, aos 33 minutos do primeiro tempo. Everaldo, aos quatro, e Willian Pottker, aos 14 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Salim Fende Chávez.

CARTÕES AMARELOS - Ravanelli e Matheus Cassini (Ponte Preta); Alexandro e Éder (Novorizontino).

RENDA - R$ 35.155,00.

PÚBLICO - 3.551 torcedores.

LOCAL - estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.