JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Ponte Preta pode ter Renato Cajá e Emerson Sheik juntos contra o Atlético-GO

Mesmo sem estar 100%, meia deve ser escalado com o atacante, com quem ainda não atuou neste Brasileirão

Estadão Conteúdo

14 de setembro de 2017 | 20h06

O clima de pressão voltou com força na Ponte Preta após a derrota para o Sport por 3 a 1 na última quarta-feira, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Por isso, o objetivo é buscar a recuperação a qualquer custo contra o Atlético-GO, sábado, às 21 horas, no estádio Moisés Lucarelli, pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Tanto que o técnico Gilson Kleina pode escalar juntos, pela primeira vez desde o início, o meia Renato Cajá ao lado de Emerson Sheik.

Renato Cajá tem entrado durante os últimos jogos, uma vez que ficou parado 40 dias devido uma lesão na patela do joelho esquerdo. Mas está quase no mesmo ritmo de jogo dos companheiros. Desta vez, pela necessidade, ele deve começar jogando e ficar em campo até quanto suportar.

Com relação a Sheik, ele foi poupado do jogo no Recife por precaução. Exames físicos apontaram um desgaste após o empate por 2 a 2 com o São Paulo, no Morumbi. Agora, ele deve ser usado nos dois jogos decisivos em casa, porque na próxima quarta-feira acontece o duelo de volta com o Sport, quando o time de Campinas vai precisar vencer por 2 a 0 para ficar com a vaga nas quartas de final.

A delegação voltou de madrugada de Pernambuco, por isso, houve apenas um trabalho regenerativo no final desta tarde de quinta. Na manhã desta sexta-feira, haverá um treino tático com portões fechados, quando o time deve ser definido. O confronto com o time goiano é considerado de seis pontos na luta contra o rebaixamento. A Ponte Preta tem 28 pontos, em 13.º lugar, contra 19 do Atlético-GO, na lanterna.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.