Ponte Preta pode ter trio ofensivo para encarar o Cruzeiro sábado

Roger, Felipe Azevedo e William Pottker podem atuar juntos na macaca

Estadão Conteúdo

05 Outubro 2016 | 19h00

Ainda não é oficial, mas a Ponte Preta pode ter um trio ofensivo formado por seus principais goleadores na partida contra o Cruzeiro, sábado, às 21 horas, no Mineirão, pela 29.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ao lado de Roger, com seis gols, que atua como referência na área, podem ser escalados Felipe Azevedo, com cinco gols, pela esquerda, e William Pottker, pela direita, com 10 gols.

Com 21 marcados os três são responsáveis por mais da metade dos 37 gols do time na competição, em que ocupa a décima posição, com 39 pontos. Felipe Azevedo e Roger participaram dos últimos dois jogos, nas derrotas para o Atlético-PR por 3 a 0, em Curitiba, e para o Atlético Mineiro, por 2 a 1, em Campinas. Pottker foi expulso poucos minutos depois de entrar no jogo no Paraná e cumpriu suspensão automática diante dos mineiros.

Esta é a primeira vez que o técnico Eduardo Baptista tem a chance de escalar os três atacantes juntos. O meia Clayson foi poupado dos últimos treinos por conta de uma forte pancada recebida na perna direita, enquanto Rhayner está em processo de recuperação de uma lesão no joelho direito. Ambos são considerados "jogadores táticos" que auxiliam bastante na recomposição do time na marcação.

Mas para escalar o trio de artilheiros, Eduardo Baptista terá que reforçar a marcação no meio campo. Sem o volante João Vitor, suspenso, o trio pode ser formado pelos volantes Wendel e Matheus Jesus, além do meia Thiago Galhardo. Há outras duas opções para o setor: os volantes Elton e Maycon. Tanto Rhayner como o lateral-direito Nino Paraíba voltaram a treinar fisicamente nesta quarta-feira. Mas não devem reunir condições nem de ficar no banco de reservas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.