Ponte Preta preocupada e em alerta

O sinal amarelo está brilhando forte no Majestoso. Após a derrota para o Corinthians, por 3 a 0, quarta-feira, a Ponte Preta de vez entrou no grupo de clubes que luta contra o rebaixamento no Campeonato Paulista. Esta condição é endossada até pelo técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, que revelou já ter armado uma estratégia para evitar o pior. "Cheguei aqui para melhorar o time e, agora, para tirá-lo do rebaixamento. Vamos priorizar os jogos contra os nossos concorrentes diretos", confirmou o treinador.Um destes jogos considerados chaves será, justamente, no sábado diante do América, em Campinas. A Ponte só soma sete pontos, na 17.ª posição. Para este jogo, o técnico terá as voltas do zagueiro Rafael Santos e do volante Henrique que cumpriram suspensão automática. Além disso, pensa em dar uma chance para o atacante Sérgio Júnior. O time será definido no treino previsto para esta sexta-feira pela manhã.A diretoria espera confirmar também nesta sexta-feira a contratação do volante Luciano Santos, ex-Grêmio. O zagueiro Marcão, ex-Santos e Sport Recife, também está nos planos.

Agencia Estado,

24 de fevereiro de 2005 | 18h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.