Ponte Preta pressiona, mas fica no empate com o Sport

Equipes ficam no 1 a 1 em partida bastante movimentada em Campinas e time paulista completa três rodadas sem vencer

O Estado de S. Paulo,

25 de julho de 2012 | 21h49

CAMPINAS - A

A Ponte Preta entrou em campo com problemas. Roger, vice-artilheiro do Brasileirão, sentiu um incômodo na coxa e foi vetado pelo departamento médico. A opção do técnico Gilson Kleina acabou sendo Rildo apostando em dois jogadores de velocidade. A escalação funcionou e foi dos pés do atacante que surgiu o gol dos mandantes logo aos seis minutos. Rildo tabelou com João Paulo, driblou Cicinho e cruzou de "letra" na medida para André Luis antecipar a marcação e desviar para o gol.

O Sport, no entanto, conseguiu encaixar a marcação e equilibrou a partida. Aos 21 minutos, os visitantes empataram em chute de fora da área de Marquinhos Gabriel, após boa trama pelo lado direito entre Willians e Cicinho.

O time da casa sentiu o gol, não conseguiu imprimir o mesmo ritmo da primeira etapa e se não fosse por duas boas intervenções de Edson Bastos teria ido para os vestiários com derrota.

No segundo tempo, a Ponte Preta demorou para conseguir pressionar o adversário. Somente após 20 minutos o time campineiro passou a levar perigo ao gol de Magrão. Apostando na velocidade novamente, o time campineiro obrigou o goleiro do Sport a fazer duas grandes defesas em cabeçada de Rildo e na finalização à queima-roupa de Marcinho. Os pernambucanos tiveram oportunidade em contra-ataques com Gilberto e Marquinhos Gabriel.

Pela 13.ª rodada, a Ponte Preta tenta a recuperação contra o Santos, no próximo domingo, às 18h30, na Vila Belmiro, em Santos. O Sport, por sua vez, recebe o lanterna Atlético Goianiense, no mesmo dia, às 16 horas, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 1 x 1 SPORT

PONTE PRETA - Edson Bastos; Gerônimo, Tiago Alves, Ferron e João Paulo; Baraka, Renê Júnior, Ricardinho (Marcinho) e Nikão (Caio); André Luis (Enrico) e Rildo. Técnico: Gilson Kleina.

SPORT - Magrão; Cicinho (Magno Alves), Bruno Aguiar, Ailson e Reinaldo; Tobi, Rivaldo, Willians (Moacir) e Marquinhos Gabriel (Felipe Azevedo); Felipe Azevedo e Gilberto. Técnico: Vágner Mancini.

GOLS - André Luis, aos 6, e Marquinhos Gabriel, aos 21 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Ferron e Tiago Alves (Ponte Preta); Rivaldo, Willian, Tobi e Bruno Aguiar (Sport).

ÁRBITRO - Héber Roberto Lopes (Fifa/PR).

RENDA - R$ 39.798,00.

PÚBLICO - 4.117 pagantes.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPonte PretaSport

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.