Ponte Preta promete força na marcação para segurar o América-MG fora de casa

A Ponte Preta já tem a fórmula para se reabilitar das derrotas para Corinthians e Flamengo no Campeonato Brasileiro. No duelo contra o América-MG, nesta quinta-feira, às 19h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela quinta rodada, o técnico Eduardo Baptista pediu ao time que mostre a mesma aplicação e determinação vistas na vitória contra o Palmeiras por 2 a 1, pela segunda rodada, em Campinas.

Estadão Conteúdo

02 de junho de 2016 | 07h00

"Temos que jogar o nosso futebol com muita atenção na marcação e força para chegar no ataque com chances para as finalizações. Saindo na frente no placar, tudo fica mais fácil", citou o treinador da equipe campineira.

O time encerrou na manhã desta quarta-feira os preparativos para o jogo, seguindo à tarde para Belo Horizonte. Como de praxe, a escalação oficial não foi confirmada após o treino técnico-tático realizado no estádio Moisés Lucarelli. Mas é dado como certo apenas uma mudança em relação ao último jogo: a entrada de Felipe Menezes no meio de campo no lugar de Ravanelli.

"A gente ganha em experiência e também em qualidade. A questão é que o Felipe precisa de rodagem para ganhar ritmo de jogo" argumentou Eduardo Baptista. Felipe Menezes só atuou durante 122 minutos em seis jogos, entrando sempre em minutos finais. A sua entrada, pelo menos, garante mais maturidade ao setor porque Ravanelli só tem 18 anos e está atuando ao lado do volante Matheus Jesus, de 19.

Se Felipe Menezes, realmente, desempenhar a função de municiar os ataques, é esperado um rendimento maior dos três atacantes: Felipe Azevedo, mais pela direita, Roger e Wellington Paulista. Na defesa, Douglas Grolli continua de fora. Ele será opção no banco de reservas porque ainda não está totalmente recuperado de uma lesão na panturrilha direita. Desta forma, o veterano Fábio Ferreira forma a dupla defensiva ao lado de Kadu.

O gerente de futebol, Gustavo Bueno, faz as contas para recuperar os seis pontos perdidos nos últimos dois jogos. Ele espera somar, pelo menos, quatro pontos nos dois próximos compromissos, ambos fora de Campinas. Além do América-MG, o time campineiro enfrenta o Grêmio, neste domingo, em Porto Alegre. Em quatro jogos, a Ponte Preta somou apenas quatro pontos. Esperava ter feito seis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.