Ponte Preta promete ir atrás de outro meia após negativa do Bahia por Cajá

Diretoria do clube diz não ter pressa e nega contato com Alex, ex-Inter

Estadao Conteudo

20 Fevereiro 2017 | 21h06

Depois que o Bahia descartou a possibilidade de liberar o meia Renato Cajá para a Ponte Preta, a diretoria do time campineiro prometeu ir atrás de outro nome para o setor de criação do time. Mas disse não ter pressa e negou contato com Alex, ex-Internacional. Segundo o técnico Felipe Moreira, o elenco é bom para a disputa do Campeonato Paulista.

"No mercado, hoje em dia, é difícil. A gente procura, mas tenho que prestar atenção nos jogadores que eu tenho aqui. Lucca tem feito essa função de meia, de vez em quando entra o Ravanelli. Tenho que montar o melhor esquema com o que a gente tem", afirmou Moreira.

É deste jeito que o time deve se virar no Paulistão. Após o empate sem gols com o Red Bull Brasil, sábado à noite, o elenco se apresentou nesta segunda-feira. Está previsto um treino tático pela manhã de terça-feira e a delegação seguirá, após o almoço, para Lins, onde quarta-feira à noite enfrenta o Linense, pela quinta rodada. A Ponte Preta é vice-líder do Grupo D, com sete pontos.

Mais conteúdo sobre:
futebol Ponte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.