Ponte Preta quer definir renovação de contrato com o meia Rhayner antes do Natal

Negociação depende de um acordo com os empresários do atleta

Estadão Conteúdo

19 de dezembro de 2016 | 20h28

A diretoria da Ponte Preta espera assinar contrato de mais um ano com Rhayner antes do Natal. Depois dos reempréstimos do zagueiro Antônio Carlos e do volante João Vitor, agora só falta bater o martelo com o meia. Acontece que depende de um acordo com os empresários do atleta.

A negociação está enrolada. Rhayner foi emprestado por um ano para o time campineiro. No meio do ano, quase saiu por não ter um bom rendimento, mas ficou no elenco e acabou reabilitado com o apoio do técnico Eduardo Baptista. Antes mesmo antes do término do Campeonato Brasileiro, a direção já entrou em contato com os empresários Eduardo Uram e Nenê Zini.

Mas existe um impasse. Segundo Nenê Zini, já existem valores estipulados para um reempréstimo previstos dentro do primeiro contrato. A Ponte Preta fez uma contraproposta encaminhada a Eduardo Uram, que tem escritório no Rio de Janeiro, e aguarda retorno.

O gerente de futebol Gustavo Bueno está otimista e, inclusive, assegurou que com Antônio Carlos, do Flamengo, e João Vitor, do Maldonado (Uruguai), só precisam assinar contrato por mais um ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Ponte PretaRhaynerFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.