Ponte Preta quer voltar a vencer na estreia de técnico

Na estreia do técnico Guto Ferreira, a Ponte Preta encara o Palmeiras entre o céu e o inferno, neste sábado, às 21 horas. Invicto há oito rodadas, o time de Campinas tenta encerrar a série de quatro empates no primeiro jogo contra seu ex-treinador, Gilson Kleina, em duelo válido pela 27.ª rodada do Campeonato Brasileiro, que acontece no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2012 | 09h34

Uma derrota, além de aumentar a sequência sem derrotas para cinco jogos, pode deixar a Ponte Preta a quatro pontos da zona de rebaixamento. Por outro lado, uma vitória faria o time chegar a nove jogos de invencibilidade e além da possibilidade de abrir dez pontos do Sport e 14 do próprio Palmeiras. Após o empate sem gols com o Vasco, o time do interior paulista caiu para a 11.ª colocação, com 34 pontos.

Para conhecer melhor o elenco da Ponte Preta, Guto Ferreira levou o elenco para dois dias de concentração no CT da Traffic, em Porto Feliz (SP). Apesar disso, o treinador não pretende mudar o que vinha sendo feito por Gilson Kleina. "Ainda não houve tempo para fazer algo diferente. Vamos apenas aprimorar o que temos aqui", argumentou.

Assim como fazia no Mogi Mirim, time pelo qual conquistou o acesso na Série D no último domingo, o novo treinador decidiu adotar o mistério para surpreender seu antecessor. "Não costumo fazer treinos fechados, mas nunca vou divulgar antes como o time vai jogar", afirmou.

Embora tenha escondido os 11 titulares, a Ponte Preta não deve ter grandes modificações. A principal novidade será a entrada do ala-direito Cicinho, recuperado de lesão, no lugar do atacante Luan. Com isso, o meia Nikão deve atuar mais adiantado ao lado de Roger.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPonte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.