Ponte Press/Fábio Leoni
Ponte Press/Fábio Leoni

Ponte Preta sai na frente, sofre com expulsões e cede empate ao CSA

Paulinho e Orinho recebem o vermelho e Celsinho, aos 46 minutos do segundo tempo, deixa tudo igual

Estadão Conteúdo

19 Junho 2018 | 21h50

Com um gol nos acréscimos do segundo tempo, o CSA buscou o empate por 1 a 1 com a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), na noite desta terça-feira, pela 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Este foi o último dos seis jogos de punição sofrido pelo time paulista, que atuou com portões fechados devido a invasão de campo de seus torcedores no ano passado.

+ Diretoria do Brasil de Pelotas oficializa acerto com o técnico Gilmar Dal Pozzo

+ Sem espaço no São Paulo, Daniel é emprestado ao São Bento na Série B

Com o resultado, o time da casa chegou aos 15 pontos e ocupa a décima posição na tabela. O CSA, com 21 pontos, é o terceiro colocado e, mesmo com nove jogos ainda restando para a conclusão da rodada, não perde a sua vaga dentro do G4, a zona de acesso.

Os únicos times que podem ultrapassar os alagoanos são Figueirense, em quarto com 20 pontos, e Coritiba, em quinto com 18. No entanto, os dois se enfrentam, no sábado, no estádio Couto Pereira, no Paraná.

A Ponte Preta já começou assustando aos quatro minutos, na primeira finalização do jogo. Paulinho arriscou de fora da área e acertou o ângulo direito, mas a bola tocou na trave e saiu pela linha de fundo. Melhor no jogo, o time da casa seguiu insistindo até abrir o placar aos 34 minutos. Tiago Real passou por um marcador, invadiu a área e bateu. O goleiro Mota espalmou, mas o rebote caiu no pé direito de Júnior Santos que completou para o fundo do gol.

Na segunda etapa, a Ponte Preta repetiu a pressão dos minutos iniciais e criou uma série de chances de ampliar o placar. No entanto, o CSA aproveitou um contra-ataque e Niltinho foi lançado dentro da área e derrubado pelo goleiro Ivan. O próprio Niltinho cobrou o pênalti, mas o goleiro da Ponte defendeu no canto esquerdo.

O jogo seguiu se complicando para os mandantes, especialmente aos 20 minutos, quando Paulinho cometeu falta em Niltinho, recebeu cartão amarelo e, como continuou reclamando, foi expulso. Com um homem a mais, o CSA pressionou até o final e chegou ao empate já nos acréscimos em linda cobrança de falta de Celsinho, no ângulo direito.

Nos minutos finais, Orinho ainda perdeu a cabeça e deu entrada dura em Ferrugem, deixando a Ponte Preta com apenas nove jogadores em campo que seguraram o empate nos últimos lances.

O CSA volta a campo na sexta-feira, dia 29 de junho, quando recebe o Coritiba, no Rei Pelé, em Maceió (AL), pela 13ª rodada da Série B. No dia seguinte, a Ponte Preta visitará o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).

FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 1 x 1 CSA

PONTE PRETA - Ivan; Igor Vinícius, Léo Santos, Renan Fonseca e Orinho; André Castro, Paulinho, Tiago Real(Felipe Saraiva) e Danilo Barcelos; André Luis (Aaron) e Júnior Santos. Técnico: João Brigatti.

CSA - Mota; Celsinho, Leandro Souza (Elivelton), Roger e Echeverria (Hugo); Edinho, Ferrugem, Didira (Taiberson) e Niltinho; Walter e Michael Douglas. Técnico: Marcelo Cabo.

GOLS - Júnior Santos, aos 34 minutos do primeiro tempo. Celsinho, aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Paulinho (Ponte Preta).

CARTÕES VERMELHOS - Paulinho e Orinho (Ponte Preta).

ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).

RENDA E PÚBLICO - Portões fechados.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.