Sérgio Neves/AE
Sérgio Neves/AE

Ponte Preta surpreende o São Paulo e vence por 1 a 0 em pleno Morumbi

Rogério Ceni fez 38 anos, mas a festa é do time campineiro, que encerra jejum de vitórias

estadão.com.br

22 de janeiro de 2011 | 21h26

SÃO PAULO - A festa era de Rogério Ceni no São Paulo, mas quem comemorou no Estádio do Morumbi neste sábado foi a Ponte Preta, que venceu o jogo por 1 a 0, pela 3.ª rodada do Campeonato Paulista - gol de Tiago Luís.

A vitória encerra um jejum de 12 jogos do time campineiro, sendo dez no Campeonato Brasileiro do ano passado e dois na atual Série A-1. De positivo, no lado são-paulino, só o anúncio do acerto com Rivaldo, que depende de regularizar seus documentos para reforçar o time.

Em campo. O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio. As duas equipes forçaram seus jogos pelo lado esquerdo. Juan e Fernandinho criaram boas jogadas quando trabalharam juntos. Assim como na Macaca, Leandrinho e João Paulo deixaram Jean perdido na marcação.

O problema do time tricolor acabou sendo a defesa. Alex Silva e Miranda fechavam bem o meio da área, mas as pontas estava livres para os ponte-pretanos entrarem e obrigarem Rogério a realizar pelo menos duas boas defesas no primeiro tempo.

Só Ponte. A impressão que deu é que só a Ponte Preta voltou para jogar no segundo tempo. O time de Campinas mandou na etapa final. Renatinho e Leandrinho cansaram de se enfiarem no meio da zaga, mas não conseguiram passar por Rogério Ceni.

Aos 4, o goleiro chegou a sair da área para disputar uma bola com Leandrinho, que nervoso, se atrapalhou e jogou para a área no peito de Alex Silva.

Carpegiani tentou fazer o time acordar e demonstrar o mínimo de criatividade, mexendo no time, mas não adiantou. Aos 32 minutos do segundo tempo, a Ponte atacou e, num rebote do capitão Rogério Ceni de um chute forte de fora da área, Tiago Luis tocou para o gol e garantiu o 1 a 0.

Próximos jogos. Agora, o São Paulo, que segue com seis pontos e entre os que se classificariam para a próxima fase, tenta a reabilitação contra o Americana, na casa do adversário, às 21h50 de quarta-feira. Já a Ponte Preta enfrenta a Portuguesa, no mesmo dia, mas às 19h30 e no Estádio do Canindé, na capital paulista. (com Daniel Batista/Jornal da Tarde)

SÃO PAULO - 0 - Rogério Ceni; Jean, Alex Silva, Miranda e Juan; Rodrigo Souto, Cleber Santana (Fernandão), Carlinhos Paraíba (Xandão) e Fernandinho; Dagoberto e Marlos (Marcelinho Paraíba). Técnico: Paulo César Carpegiani.

PONTE PRETA - 1 - Bruno; Guilherme, Leandro Silva, Ferron e João Paulo; Gil, Josimar, Mancuso (Gerson) e Renatinho (Xaves); Ricardo de Jesus e Márcio Diogo (Tiago Luís). Técnico: Gilson Kleina.

Gol - Tiago Luís, aos 32 minutos do segundo tempo; Árbitro - Flávio Rodrigues de Souza; Cartões amarelos - Mancuso, Josimar, Guilherme, Juan e Dagoberto; Renda - R$ 275.226,95; Público - 11.743 pagantes; Local - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

Veja também:

link São Paulo anuncia acerto com Rivaldo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.