Álvaro Jr. / Ponte Press
Álvaro Jr. / Ponte Press

Ponte Preta tem primeiro tempo arrasador, bate o Cuiabá e volta a sonhar com G-4

Clube de Campinas venceu com dois gols do atacante Vico e um do zagueiro Reginaldo

Redação, Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2019 | 18h49

A Ponte Preta encerrou a série negativa de quatro tropeços e retornou à briga pelo G-4, o grupo de acesso, ao derrotar o Cuiabá pelo placar de 3 a 0, em partida realizada neste sábado, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), pela 25.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, a Ponte Preta foi para 35 pontos e se manteve viva para entrar na zona de acesso. O Cuiabá, por outro lado, perdeu grande oportunidade de se aproximar das primeiras posições e acabou estacionado com a mesma pontuação, perdendo para o rival de Campinas nos critérios de desempate.

A Ponte Preta fez o seu melhor primeiro tempo na temporada. O time campineiro envolveu o adversário do início ao fim e conseguiu uma ampla vantagem para a etapa final. O Cuiabá, que havia sofrido apenas três gols nos últimos seis jogos, levou logo três em menos de 45 minutos.

O time alvinegro abriu o placar logo aos quatro minutos. Vico recebeu no meio de campo, disparou e arriscou de fora da área para superar o goleiro Victor Souza. O segundo veio aos 26. Renato Cajá cruzou na medida para Reginaldo e o zagueiro subiu sozinho para ampliar.

Sem esboçar reação, o Cuiabá só assistiu a Ponte Preta, que fez o terceiro aos 33 minutos. Lucas Mineiro acionou Gerson Magrão pela esquerda. O meia deu de bandeja para Roger e o atacante parou duas vezes em Victor Souza. Vico ainda pegou a sobra e jogou no fundo das redes.

Antes do apito final para o intervalo, o time visitante tentou responder com Anderson Conceição, de bicicleta, mas acabou furando. Pelo lado da Ponte Preta, Roger recebeu livre de marcação pelo lado esquerdo, mas tropeçou e ocasionou uma cena embaraçosa no estádio Moisés Lucarelli.

No segundo tempo, a Ponte Preta apenas administrou o resultado. O time campineiro recuou e deixou o Cuiabá crescer. Gilmar recebeu dentro da área e, de cabeça, exigiu grande defesa do goleiro Ivan. Na sequência, Toty lançou para Hélder, que desviou rente ao travessão.

O Cuiabá esboçou certa pressão, mas não conseguiu passar pela marcação da Ponte Preta, que ainda tentou o quarto gol em chute de Arnaldo. A bola foi pela linha de fundo. Depois foi só segurar para confirmar a vitória.

Na próxima rodada, a Ponte Preta visita o Botafogo-SP no sábado, às 11 horas, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP). No mesmo dia, às 19 horas, o Cuiabá recebe o Londrina na Arena Pantanal, em Cuiabá.


FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 3 x 0 CUIABÁ

PONTE PRETA - Ivan; Arnaldo, Renan Fonseca, Reginaldo e Henrique Trevisan; Edson, Lucas Mineiro (Washington), Renato Cajá (Bill) e Gerson Magrão; Vico (Everton) e Roger. Técnico: Gilson Kleina.

CUIABÁ - Victor Souza; Toty, Ednei, Anderson Conceição (Hélder) e Paulinho; Escobar, Marino e Mateus Anderson (Djavan); Felipe Marques, Júnior Todinho e Rodolfo (Gilmar). Técnico: Itamar Schulle.

GOLS - Vico, aos 4 e aos 33, e Reginaldo, aos 26 minutos do primeiro tempo.

CARTÃO AMARELO - Gerson Magrão (Ponte Preta).

ÁRBITRO - Ivan da Silva Guimarães Junior (AM).

RENDA - R$ 36.865,00.

PÚBLICO - 3.645 pagantes.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.