Ponte Preta terá time ideal na Ilha

Além da vitória da Ponte Preta sobre o Figueirense por 2 a 1, no último sábado, e a permanência na liderança isolada do Campeonato Brasileiro, com 26 pontos, o técnico Oswaldo Alvarez tem um outro motivo para comemorar. Ele conseguirá manter a mesma escalação pela terceira vez consecutiva, contra o Botafogo, nesta quarta-feira, na Ilha do Governador, pela 13.ª rodada."Este fator vem sendo fundamental para nossa boa campanha. Não estamos tendo muitos problemas com relação a desfalques", comemorou o treinador, reforçando que "hoje em dia o nosso torcedor já tem a escalação decorada, na ponta da língua."O time, portanto, será o mesmo que perdeu para o São Caetano, por 2 a 1, e depois virou em cima do time catarinense, no último sábado, e quase igual ao que venceu o São Paulo, por 1 a 0, quando a única mudança foi a entrada de Luciano Baiano na vaga de Rissut, suspenso com três cartões amarelos.Mas será inevitável, nos próximos jogos, alguns desfalques, talvez já para o próximo confronto em casa, domingo, diante do Fluminense. Quatro jogadores estão pendurados com dois cartões amarelos, incluindo os três volantes: Ângelo, Carlinhos e Éverton. Além deles, o meia Danilo, um dos destaques na vitória sobre os catarinenses, também está pendurado, mas esta não é uma situação que preocupa o camisa 11. "Dentro de um campeonato longo é normal este tipo de situação. Espero realizar uma boa partida no Rio e de preferência, não levar nenhum cartão", afirmou o meia, vice-artilheiro do time, com dois gols, e considerado importante como "garçom", nos passes aos companheiros.Outro que está bem tranqüilo é o técnico Vadão, apesar de reconhecer as dificuldades naturais para manter a liderança da competição. "É complicado conseguir manter a mesma formação por várias rodadas. Mas nosso elenco é de qualidade e se precisarmos, teremos substitutos à altura para estes jogadores", justificou o treinador. Ele lembrou, alguns exemplos, de que pode repor eventuais saídas com vários jogadores sendo elogiados por seus desempenhos nos treinamentos. Entre eles está o zagueiro Tiago Mathias; o volante Luciano Santos, o lateral Luciano Baiano e, principalmente, o atacante Frontini, que não teve chance ainda porque está na reserva de Kahê, artilheiro do time, com sete gols.O elenco voltou aos treinos nesta segunda-feira à tarde. Na manhã de terça haverá um rachão e após o almoço a delegação viajará para o Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.