Ponte Preta unida pela liderança

Líder do Campeonato Brasileiro da Série A agora na terceira semana, a Ponte Preta continua colhendo os frutos de sua campanha vitoriosa nestas 11 primeiras rodadas. Uma destas vantagens é a valorização profissional, confirmada por propostas em cima de jogadores e sondagens pelo técnico Osvaldo Alvarez. Depois de perder Roger e Harison, o clube quase ficou sem o atacante Kahê, artilheiro do time com seis gols.Existiriam duas propostas pelos gols do atacante. A primeira seria do Trabzonspor, da Turquia, e a segunda do Paris Saint-Germain, da França. O procurador do jogador é Wagner Ribeiro, o mesmo de Robinho, do Santos. Curiosamente, Ribeiro confirmou ter rejeitado uma proposta de US$ 1,5 milhão: "O Kahê vive seu melhor momento e, em breve, estará ainda mais valorizado. Então o melhor é ele ficar em Campinas". O jogador tem contrato com o Palmeiras e, em caso de negociação, a Ponte Preta receberia 20% do valor da multa contratual, assim como o empresário, que tem direito a um outro porcentual.Pelo menos por enquanto, o atacante não deixará o Majestoso como aconteceu com Roger, atacante que se transferiu para o São Paulo, e o meia Harison, que foi negociado com o União Leiria, de Portugal. O técnico Vadão também descartou qualquer possibilidade de deixar o clube, não gostando de especulações em torno de eventual interesse do Palmeiras. ?Não fui procurado e não vou atender nenhum clube que tenha técnico, o que seria anti-ético.?Mesmo após a derrota para o São Caetano, por 2 a 1, a Ponte Preta segue na liderança, com 23 pontos, e tentará a reabilitação contra o Figueirense, sábado à tarde, em Campinas. Os titulares realizaram apenas treinos físicos nesta terça-feira, enquanto os reservas realizaram um jogo-treino com o União Barbarense, em Santa Bárbara d?Oeste (SP). O time foi dirigido pelo auxiliar-técnico Gersinho, mas acompanhado de perto por Vadão. O time para defender a liderança do Brasileiro já está confirmado. Será o mesmo da última partida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.