Raul Sauan/PontePress
Raul Sauan/PontePress

Ponte Preta vai poupar Emerson Sheik contra o Palmeiras

Atacante, de 39 anos, deve retornar ao time no domingo diante do Avaí

Estadão Conteúdo

17 Outubro 2017 | 20h30

Mesmo na zona do rebaixamento, pela segunda vez em 28 rodadas, e precisando pontuar, a Ponte Preta deve poupar o atacante Emerson Sheik do jogo com o Palmeiras, quinta-feira à noite, no Pacaembu, pela 29ª rodada do Brasileirão. Mas a comissão técnica garante que não tem nenhuma ligação com o jogo de seis pontos diante do também ameaçado Avaí, no próximo domingo, em Campinas, então pela 30ª rodada.

+Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

A recuperação física de Sheik, segundo o clube, é mais demorada do que outros jogadores, uma vez que tem 39 anos. Ele tem deixado o campo exausto e, diante do Santos, foi substituído no segundo tempo. Outro que vai ficar na poltrona é o volante Wendel, recuperado de uma lesão muscular, mas também veterano, com 36 anos. Ele já não atuou no empate por 1 a 1 com o time santista.

Mas os dois treinaram com bola nesta terça-feira cedo, embora num ritmo mais lento. A ausência de Sheik, inicialmente inesperada, abre espaço para o retorno de Léo Gamalho no comando de ataque. Ele costuma atuar centralizado, ao contrário de Sheik que joga pelas beiradas do campo. O artilheiro Lucca, com 10 gols, atuaria mais pelo lado.

Na defesa, o experiente Rodrigo deve mesmo ocupar a vaga de Luan Peres, suspenso com três cartões amarelos. No meio-campo, a ausência de Fernando Bob, suspenso por ter sido expulso, deve ser suprida pela volta de Elton, que cumpriu suspensão por cartões amarelos.

Existe a expectativa para a presença do meia Renato Cajá no banco de reservas. Ou também pode ser poupado para que o time tenha força máxima no jogo decisivo contra o Avaí. O último treinamento antes do jogo está marcado para esta quarta-feira cedo. Vai ser um recreativo. Depois do almoço a delegação segue viagem para São Paulo, onde vai ficar concentrada. Com 32 pontos, a Ponte Preta ocupa a 17ª posição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.