Ponte Preta vence o Botafogo por 3 a 1 e encerra jejum em Campinas

Depois de 128 dias e nove jogos, a torcida finalmente pode comemorar uma vitória em casa

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2011 | 21h00

Depois de 128 dias e nove jogos, a torcida da Ponte Preta finalmente pode comemorar uma vitória no estádio Moisés Lucarelli. Em uma partida em que dominou praticamente do início ao fim, o time de Campinas superou o Botafogo, de virada, por 3 a 1, na noite deste domingo, no fechamento da nona rodada do Campeonato Paulista.

A vitória evitou que a Ponte igualasse o recorde negativo de 1987, quando passou dez jogos sem vencer em casa, e acabou rebaixada no Paulistão. A última vitória do clube no local havia acontecido no dia 12 de outubro, pela 28.ª rodada da Série B do ano passado, superando o Sport por 3 a 1.

O resultado também consolida a posição dos campineiros na zona de classificação, no sétimo lugar, com 15 pontos. O clube de Ribeirão Preto, por sua vez, caiu para o 13.º lugar, com dez pontos.

A Ponte Preta entrou em campo determinada a encerrar o incômodo jejum de vitórias. Logo aos oito minutos, mostrou seu cartão de visitas, em um chute de Renatinho no travessão. Em seu único lance de ataque, contudo, o Botafogo chegou ao primeiro gol. Dida cruzou da direita e Assisinho desviou de cabeça na falha do goleiro Bruno, que saiu tarde para interceptar a bola.

O time de Campinas demorou a se refazer do gol, mas, aos 30 minutos chegou ao empate, também de cabeça. Mancuso cobrou falta da direita e Ferron subiu mais alto que todos para concluir. A virada veio dois minutos depois. Márcio Diogo aproveitou falha defensiva adversário, invadiu a área, driblou o goleiro e balançou as redes.

No segundo tempo, a Ponte soube controlar bem o jogo defensivamente. No entanto, pecou nas finalizações e perdeu grande chance para golear. Aos 39 minutos, os donos da casa ainda chegaram ao terceiro. Ricardinho ganhou dividida com a defesa e rolou para trás. Lucas apenas completou para o gol.

No próximo sábado, às 18h30, a Ponte Preta encara o Santo André, no ABC paulista. Antes, contudo, enfrenta uma desgastante viagem até Boa Vista, capital de Roraima, onde faz a estreia na Copa do Brasil contra o Baré. Já o Botafogo joga contra o Ituano no domingo, às 18h30, em Mogi Mirim.

PONTE PRETA - 3 - Bruno; Eduardo Arroz, Leandro Silva, Ferron e Uendel; Mancuso, Josimar, Gil e Renatinho (Lucas); Márcio Diogo (Everton Santos) e Rômulo (Ricardinho). Técnico - Gilson Kleina. 

BOTAFOGO - 1 - Júlio César; Dida (João Henrique), Augusto, Chicão (Pablo Escobar) e Andrezinho; Rodrigo Soares, Leandro Carvalho, Paulinho (Túlio Souza) e Assis; Anselmo e Assisinho. Técnico - Fernando Diniz.

Gols - Assisinho, aos 12, Ferrón, aos 30, e Márcio Diogo, aos 32 minutos do primeiro tempo; Lucas, aos 39 minutos do segundo tempo; Árbitro - Flávio Rodrigues de Souza; Cartões amarelos - Uendel, Márcio Diogo, Júlio César, Dida, Rodrigo Soares, Chicão e Gil; Cartão vermelho - Leandro Carvalho; Renda - R$ 32.182,00; Público - 4.750 torcedores; Local - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Veja também:

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.