Ponte Preta vence Rio Branco e respira

A Ponte Preta deu um passo importante para fugir do rebaixamento no Campeonato Paulista ao vencer o Rio Branco, por 1 a 0, neste sábado à tarde, no estádio Décio Vitta, em Americana, pela 11ª rodada. Os dois times têm 10 pontos cada, com a Ponte subindo da 18ª para a 15ª posição, uma na frente do time de Americana. Ambos estão fora da zona do rebaixamento. Esta, porém, foi a sexta derrota consecutiva do Rio Branco, que estreou o técnico Zé Teodoro no lugar de Luís Carlos Cruz. O time campineiro se reabilitou da derrota em casa para o América (3 a 2).Pela situação ruim de ambos os times, a partida começou nervosa. Logo aos três minutos, o zagueiro Gustavo, da Ponte e o lateral Marcos Paulo, do Rio Branco, se envolveram em confusão, mas o árbitro acalmou os dois. Aos seis minutos o primeiro lance de perigo. O meia Fabiano Gadelha cobrou falta do lado esquerdo e a bola raspou no travessão. A Ponte respondeu aos oito também com bola parada. Danilo cobrou falta da entrada da área e o goleiro Magrão espalmou para escanteio.Depois deste lance, o Rio Branco começou a levar mais perigo, mas a defesa adversária, com uma forte marcação, fechava os espaços nas proximidades da área. Mas aos 26 minutos quase os donos da casa abrem o placar. Macaíba recebeu na entrada área, mas bateu fraco e facilitou a defesa de Lauro. Aos 32, a Ponte assustou. O atacante Kahê recebeu na pequena área, mas chutou por cima do gol.Na volta do intervalo o técnico Vadão resolveu tirar o zagueiro Gustavo e colocar o volante Ângelo. Como o zagueiro havia tomado cartão amarelo ele preferiu poupá-lo. Pela maior necessidade de vitórias, a Ponte começou melhor. E o gol não demorou a sair. O meia Danilo fez boa jogada pela esquerda e cruzou na área, o lateral Rissut apareceu de surpresa e pegou de primeira para fazer 1 a 0 Ponte Preta.Mesmo coma vantagem no placar, a Ponte continuou buscando o ataque, enquanto isso o Rio Branco tentava no desespero. Aos 13 minutos, o lateral Rissut chutou forte, de fora da área, a bola bateu na trave direita de Magrão. Mas aos poucos o Rio Branco foi dominando a partida novamente, porém, sem agressividade e sem nenhum poder de finalização. Assim não evitou a sexta derrota seguida.A Ponte volta a jogar no próximo sábado, contra a Portuguesa Santista em casa. O Rio Branco vai ao Morumbi pegar o São Paulo também no sábado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.