Ponte Preta vira em cima da Ferroviária e estreia com vitória no Paulistão

Alvinegro de Campinas faz 2 a 1 sobre adversário

Estadão Conteúdo

05 Fevereiro 2017 | 21h10

Não foi com o desempenho esperado, mas a Ponte Preta conseguiu começar o Campeonato Paulista com vitória. Na noite deste domingo, no encerramento da primeira rodada, o time campineiro derrotou a Ferroviária, por 2 a 1, de virada, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Assim, quebrou um jejum de não vencer na abertura da competição desde 2008.

A vitória embolou a classificação do Grupo D, já que a Ponte igualou Audax, Santos e Mirassol, que também venceram na rodada. A Ferroviária se juntou a outros seis times que perderam na estreia.

O começo da partida foi cercado de expectativas para a Ponte Preta. Estreia de treinador, novo ataque, reforços em campo entre outras atrações. A Ferroviária entrou em campo sem se preocupar com isso e abriu o placar logo aos 11 minutos. Lucca, uma das novidades para a temporada, errou passe no meio-campo e permitiu o contra-ataque. Juninho arrancou e acionou Tiago Marques, que dominou e finalizou sem chances para Aranha.

O gol piorou ainda mais a situação ponte-pretana. Com a bola a maior parte do tempo, o time campineiro foi desordenado e praticamente não atacou, irritando a torcida. Quando as primeiras vaias começaram a ser ouvidas no Moisés Lucarelli, a Ponte conseguiu empatar numa jogada de Lucca e Pottker, até então os mais criticados.

Aos 40 minutos, Ravanelli enfiou boa bola para Lucca dentro da área. O atacante dominou e finalizou em cima de Matheus. No rebote, o ex-corintiano cruzou de primeira para Pottker empurrar para o fundo das redes de chapa de pé esquerdo.

Apesar do final empolgante no primeiro tempo, a Ponte Preta não conseguir manter o ritmo após o intervalo, nem mesmo a Ferroviária. A segunda etapa foi bastante fria e sem emoção. Felipe Moreira resolveu mudar o ataque para tentar mudar a partida e a Ponte reagiu depois de quase 30 minutos de monotonia na partida.

Aos 29 minutos, Clayson passou pela marcação, foi até a linha de fundo e cruzou para trás, onde estava Lucca, que chutou de primeira para o gol, virando o placar. Em seguida, Lins, outro que foi a campo no segundo tempo, repetiu a jogada, indo para dentro da marcação, e cruzando para trás, mas Lucca, desta vez, mandou por cima. Ainda deu tempo de Clayson carimbar o travessão em grande jogada individual dentro da área.

Na próxima rodada, a Ponte Preta visita o São Paulo, no domingo, às 17 horas, no Morumbi. Antes disso, quarta-feira, ela estreia na Copa do Brasil contra o Campinense, na Paraíba. A Ferroviária encara o Mirassol, no próximo sábado, às 17 horas, na Fonte Luminosa, em Araraquara.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 2 X 1 FERROVIÁRIA

PONTE PRETA - Aranha; Nino Paraíba, Fábio Ferreira, Kadu e Jeferson; João Vitor (Jadson), Matheus Jesus e Ravanelli; Lucca, Ramon (Clayson) e Willian Pottker (Lins). Técnico: Felipe Moreira.

FERROVIÁRIA - Matheus; William Cordeiro, Luan, Leandro Amaro e Sávio; Flávio, Claudinei, Juninho (Kelvy) e Alan Mineiro (Capixaba); Tiago Marques (Leonardo) e Elder Santana. Técnico: Antônio Picoli.

GOLS - Tiago Marques, aos 11, e William Pottker, aos 40 minutos do primeiro tempo. Lucca aos 29 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira.

CARTÕES AMARELOS - Matheus Jesus e Ravanelli (Ponte Preta); Jardel (Ferroviária).

RENDA - R$ 58.940.

PÚBLICO - 4.042 pagantes.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Mais conteúdo sobre:
futebol Ponte Preta Campeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.