Ponte prioriza renovações de Antônio Carlos, João Vitor e Rhayner

Jogadores se destacaram na atual temporada pelo clube campineiro

Estadão Conteúdo

05 de dezembro de 2016 | 18h40

A diretoria da Ponte Preta continua trabalhando para a formação do elenco da próxima temporada e agora têm três prioridades: o zagueiro Antônio Carlos, o volante João Vitor e o meia Rhayner. Eles não pertencem ao clube e suas renovações estão sendo negociadas com seus empresários e procuradores.

Segundo o gerente de futebol, Gustavo Bueno, os acordos com Antônio Carlos, vinculado ao Flamengo, e com João Vitor, do Maldonado, do Uruguai, já estão definidos. Só falta mesmo a assinatura de contrato "para que a gente entenda como oficial".

Com relação a Rhayner também foi feito um contato com o empresário Nenê Zini que cuida dos interesses do meia. As negociações foram interrompidas pela viagem do empresário à Europa, passando por Inglaterra e Portugal.

RETORNO - Os jogadores só voltam aos treinamentos nesta quarta-feira cedo, então para acertar detalhes visando a despedida no Campeonato Brasileiro contra o Coritiba, domingo, às 17 horas, no estádio Moisés Lucarelli. Com a saída do técnico Eduardo Baptista, que deve ser anunciado pelo Palmeiras, a direção efetivou o auxiliar permanente Felipe Moreira.

Neste último jogo ele não terá o volante João Vitor e o atacante Clayson. Ambos estão suspensos, com três cartões amarelos. Como oito jogadores foram liberados antes desta folga, na última sexta-feira, ainda não há uma certeza sobre quem pode substituí-los, mesmo porque pode-se até dar chances a alguns novatos do time de base.

Com 50 pontos, o time campineiro ocupa a décima posição e espera se manter neste patamar para garantir uma vaga na Copa Sul-Americana de 2017.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.