Ponte quer aproveitar crise do Corinthians

A crise instaurada no Corinthians não assusta o técnico Abel Braga da Ponte Preta. Os times se enfrentam domingo à tarde, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro, e o técnico campineiro espera que seu time possa tirar proveito da situação do adversário. "Mais problemas do que nós enfrentamos neste campeonato não é possível. Não podemos temer pelos problemas do time rival, mas tirar proveito da situação", comentou o treinador. Se o Corinthians tenta se afastar da crise, a Ponte Preta tem como objetivo se afastar da zona de rebaixamento. A Ponte ocupa a 18ª posição, com 43 pontos. E calcula precisar de, pelo menos, mais seis pontos para se livrar do rebaixamento. O matemático da Unicamp, Laércio Vendite, acha que o time precisa de mais nove pontos. "Estas mudanças no Tribunal de Justiça deixaram mais complicados os cálculos no campeonato." Com relação ao time para enfrentar o Corinthians, domingo, no Pacaembu, há ainda muitas indefinições. O zagueiro Rodrigo, após cumprir suspensão automática, ocupará o lugar de Gabriel, suspenso com três cartões amarelos. Na lateral-esquerda, Alan está contundido e vetado, devendo ser substituído por Luiz Carlos. Mas não está afastada a hipótese da volta de Ronildo ou mesmo a entrada de Adrianinho no meio-de-campo. Há dez dias, o centroavante Fabrício Carvalho abandonou o clube por atrasos de salários. Um novo caso aconteceu nesta semana, com o sumiço do centroavante Rafael Marques, artilheiro do time de juniores com dez gols. No time principal ele marcou um gol em um jogo, sendo apontado como uma grande promessa do clube. Ele estaria acertando com o Palmeiras, mas até seu procurador, Lê, ex-jogador do São Paulo e da Internacional de Limeira, diz não saber de seu paradeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.