Ponte quer vitória e liderança amanhã

Sem técnico e dirigida interinamente pelo gerente de futebol Ronaldão de Jesus, a Ponte Preta não quer perder a chance de somar pontos diante do Juventude, neste sábado, às 16 horas, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Uma vitória pode deixar o time na liderança isolada do Campeonato Brasileiro. Se o time vencer, vai aos 17 pontos ganhos e dependendo de outros resultados, pode terminar a rodada como líder isolado. A Ponte já esteve nessa posição quando derrotou o Atlético-MG por 2 a 1 na quarta rodada do Brasileirão, em Belo Horizonte. Porém, a derrota por 3 a 0 para o Palmeiras, na rodada seguinte, lhe custou a primeira colocação. Ronaldão prefere pensar somente na vitória, independente se ela pode levar ou não o time à ponta da tabela. "Vamos jogar, não pensando na liderança, mas sim nos três pontos. É importante aproveitar o jogo dentro de casa e vencer. O adversário é forte, venceu no domingo passado (2 a 0 sobre o Guarani) e teremos que ter toda a atenção", avalia o interino, que espera ficar à frente do time apenas neste jogo. A diretoria continua negociando com Marco Aurélio Moreira. Ele poderá ser o substituto de Estevam Soares, que foi para o Palmeiras no início da semana. Com relação ao time, acontecem várias mudanças em relação à formação que venceu o Paraná, por 1 a 0, na última rodada. O volante Marcus Vinícius e o lateral-esquerdo Bill voltam após cumprirem suspensão. Rafael Santos que atuou como terceiro zagueiro continua no time, mas agora na vaga de Alexandre, suspenso com três cartões amarelos. No ataque, Anselmo acabou vetado pelo departamento médico com uma lesão muscular na perna direita e será substituído por Macedo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.