Ponte revela mal-estar coletivo antes de encarar Vitória

Um mal-estar sofrido por alguns jogadores, ainda no hotel, foi apontado como um dos motivos para a queda de rendimento da Ponte Preta no segundo tempo do jogo contra o Vitória. Após descer para o intervalo ganhando por 1 a 0, o time de Campinas sofreu a virada e perdeu por 3 a 1, na noite de quarta-feira, em Salvador, pelo Brasileirão.

AE, Agência Estado

15 de agosto de 2013 | 18h59

O lateral-esquerdo Uendel revelou que alguns jogadores da Ponte não se sentiram bem antes e durante a partida. "Alguns jogadores sentiram problema no hotel, estavam debilitados. Acabou pesando um pouco", contou.

O preparador físico Juninho confirmou a informação. Segundo ele, o lateral Rodrigo Biro foi quem mais sofreu com o mal-estar. "O Rildo não se sentiu bem, mas conseguiu ir para o jogo. Já o Biro não tinha condições", explicou ele, culpando a alimentação como a origem do problema.

A derrota manteve a Ponte perigosamente da zona de rebaixamento do Brasileirão, ainda com 15 pontos. O próximo desafio será contra o Goiás, domingo, em Campinas, pela 15ª rodada do campeonato.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.