Ponte sem goleiro titular por 3 semanas

O clima positivo da Ponte Preta gerado pela vitória surpreendente, fora de casa, sobre o Atlético-PR, por 1 a 0, foi trocado nesta terça-feira pela preocupação com as contusões. O goleiro Lauro, com uma lesão na virilha, está vetado e o meia Harison, sentindo dores na panturilha direita, é dúvida para o jogo contra o Atlético Mineiro, sábado à noite, em Campinas, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Lauro passou por exame de ressonância magnética e acabou vetado, devendo ficar fora por três semanas devido um estiramento muscular. O goleiro é o atleta do atual elenco com maior número de partidas disputadas pelo clube: 159 jogos. Em 2004, ele ficou de fora apenas por um jogo, curiosamente contra o Atlético-PR. Na ocasião, a Ponte perdeu por 3 a 2. O seu substituto será Aranha. Harison será poupado dos próximos treinamentos e só retorna às atividades normais na sexta-feira. Se não sentir a contusão será escalado. A diretoria confirmou a contratação do volante André Silva, de 24 anos, que estava no União Barbarense e espera a chegada do meia Rodriguinho, nesta quarta-feira, no Majestoso. E promete buscar ainda um atacante e um zagueiro. Além disso, confirmou a liberação do volante Henrique, do zagueiro Gustavo e pode também confirmar as saídas de, pelo menos, mais quatro jogadores: os meias Romeu e Lindomar, além dos atacantes Roberto Santos e Romualdo. A Ponte Preta é a sexta colocada no Campeonato Brasileiro com três pontos.

Agencia Estado,

26 Abril 2005 | 18h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.