Ponte também reclama da arbitragem

Depois do técnico Emerson Leão, do São Paulo, agora é a vez da Ponte Preta reclamar da arbitragem no Campeonato Paulista. A crítica é ao árbitro Anselmo da Costa, que apitou a derrota da equipe de Campinas para o União São João, por 3 a 2, quinta-feira, em Araras."Conheço ele (o árbitro Anselmo da Costa) desde a infância e posso garantir que ele torce para o Guarani. Então, como pode apitar jogos nossos?", afirmou o vice-presidente da Ponte, Marco Antônio Eberlin, que promete levar provas de suas acusações à Federação Paulista de Futebol.Na partida de quinta-feira à noite, Anselmo da Costa marcou um pênalti para o União São João aos 46 minutos do segundo tempo e o gol marcado determinou a derrota da Ponte. "Acho que os juízes também devem ser responsabilizados por resultados e ser punidos. Porque o técnico sempre é culpado pela derrota, pela campanha e perde o emprego a todo momento", reclamou o técnico Vadão, frustrado com o resultado.A derrota deixou a Ponte com apenas quatro pontos em seis jogos disputados. O objetivo agora é buscar a reabilitação contra o Paulista, domingo, em Jundiaí. O atacante Roger, após cumprir suspensão, pode voltar ao time.

Agencia Estado,

11 de fevereiro de 2005 | 13h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.