Ponte teme eventual reação corintiana

Vice-líder do Grupo 1 do Campeonato Paulista, com 10 pontos ganhos, a Ponte Preta vai passar a semana vivendo em função do Corinthians, seu próximo adversário, domingo, no Majestoso, em Campinas. Mais do que cuidar de seu time, o técnico Esteva m Soares está preocupado com a eventual reação do time de Parque São Jorge, que agora terá o comando de Oswaldo de Oliveira. "A mudança de treinador já motivou todo o grupo, sem contar a tradição e o peso da camisa do Corinthians. Se a gente descuidar, em duas rodadas eles nos passam", alerta Soares, que promete acompanhar de perto o jogo dos corintianos contra o Juventus, quinta-feira, na capital. Embora tenha apenas cinco pontos, o Corinthians terá a chance de somar seis pontos em menos de uma semana. Para isso, basta vencer o Juventus e depois a Ponte. "É isso que eu não quero: perder deles", diz Soares, que deixará para o final de semana para decidir como formar a defesa. O zagueiro Gabriel foi expulso na vitória de 1 a 0 sobre o América, em Rio preto, e Alexandre deixou o campo no intervalo reclamando de dores e sentindo a falta de ritmo. Rafael Santos, de apenas 18 anos, pode voltar a ser titular e existe a possibilidade da improvisação de Marcus Vinícius na defesa abrindo espaço para o retorno de Piá, que cumpriu suspensão, no meio campo. O lateral Alan também cumpriu suspensão e pode ser uma opção como zagueiro, onde já atuou improvisado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.