Ponte teme reencontro com Estevam

A Ponte Preta está preocupada com o confronto com Estevam Soares, técnico do Palmeiras, adversário de quarta-feira, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Afinal, ele trabalhou no clube de Campinas até pouco tempo atrás e formou o atual elenco ponte-pretano. Os jogadores da Ponte não escondem que o técnico tem uma certa vantagem, mas prometem compensar esta diferença com mais dedicação. "A gente vai tentar se superar, respeitando o adversário e nosso ex-treinador", disse o volante Marcus Vinícius, que tem retorno assegurado ao time após cumprir suspensão automática. Nenê Santana, que dirige a Ponte há sete rodadas, não perde a confiança no elenco e acredita que Estevam Soares vai encontrar um time diferente daquele que entregou para Marco Aurélio Moreira, agora no Cruzeiro. "Os jogadores são os mesmos, mas o ritmo de trabalho e a disposição em campo são sempre diferentes. Com certeza há diferença entre o time armado por Estevam, o montado por Marco Aurélio e agora escalado por mim", afirmou o treinador. A sua dúvida envolve, justamente, o retorno do capitão Marcus Vinícius. A tendência é que um dos três zagueiros - Alexandre, Gustavo ou Luís Carlos - deixe o time titular. A volta dele vai alterar também a formação tática do time: sai o 3-5-2 e entra o 4-4-2.

Agencia Estado,

30 Agosto 2004 | 19h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.