Ponte tenta se reconstruir após empate com Corinthians

Passada a euforia pelo empate contra o Corinthians por 2 a 2), na quarta-feira, a Ponte Preta tenta se reconstruir para o jogo contra o Guaratinguetá, domingo, em Campinas, pela 17ª rodada do Campeonato Paulista. É que quatro jogadores estão suspensos para o duelo: o lateral Edilson, os zagueiros Jean e Gum e o volante Willian.

AE, Agencia Estado

26 de março de 2009 | 20h03

Edilson foi expulso contra o Corinthians. Já os outros três receberam o terceiro amarelo. Por este motivo, a atuação do árbitro Robinson José Andréa de Góes foi o principal tema na reapresentação do elenco, na tarde desta quinta-feira.

"Nem vou comentar nada, pois eu posso acabar prejudicado. Mas eu vou deixar para vocês analisarem", comentou o técnico Marco Aurélio. O volante Deda, contudo, foi mais incisivo. "Estão blindando o cara (Ronaldo). Ele me chutou sem bola. Se fosse o contrário, eu seria expulso e levaria um gancho gigantesco", afirmou.

Além dos quatro desfalques confirmados, a dúvida fica por conta do atacante Danilo Neco, que se recupera de uma contratura muscular na coxa. Ele já se ausentou no jogo contra o Corinthians.

Com o empate no Pacaembu, a Ponte praticamente eliminou as chances que tinha de rebaixamento. O time ocupa a décima colocação, com 20 pontos.

Mais conteúdo sobre:
futebolPonte Pretadesfalques

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.