Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Ponte vai lutar por mais 13 pontos

Treze pontos separam a Ponte Preta da chance de participar, pela primeira vez desde sua fundação, de um torneio internacional. É com este número que a diretoria e comissão técnica trabalham dentro do Campeonato Brasileiro para garantir uma vaga na Copa Sul-Americana de 2005.O time se mantém entre os 10 primeiros colocados desde a primeira rodada. Após a vitória de 3 a 0 sobre o Paysandu, na última quarta-feira, chegou aos 57 pontos, está em nono lugar e calcula que chegando aos 70 pontos a vaga estará garantida. Dentro desta expectativa, a comissão técnica planeja vencer seus quatro jogos em casa e empatar um fora."Mas a missão não será nada fácil", prevê o técnico Nenê Santana, citando como grande obstáculo as duas lutas existentes dentro da competição: para não cair e para chegar entre os primeiros colocados. Em casa, a Ponte Preta ainda enfrentará São Caetano, Atlético-PR, Criciúma e Internacional. Fora de casa, jogará contra Vasco, Grêmio, Fluminense e Vitória.Mas a preocupação de momento é com o Vasco, domingo à tarde, no Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ). O único desfalque em relação ao último jogo será o zagueiro Gustavo, suspenso com três cartões amarelos. Em seu lugar entra Rafael Santos, que acaba de voltar de suspensão. O time atuará no esquema 4-3-3 com uma leve variação para o 4-4-2, com o meia Júlio César fazendo a ligação entre o meio e o ataque. Os jogadores treinaram nesta tarde e farão apenas o recreativo na manhã de sábado antes da viagem para a capital fluminense.

Agencia Estado,

29 de outubro de 2004 | 18h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.