Ponte vence e dispara na liderança

A Ponte Preta disparou na liderança do Campeonato Paulista da Série A-1 ao vencer a Internacional por 1 a 0, nesta tarde, no Limeirão. O time campineiro agora tem 25 pontos, estando bem próximo da classificação às semifinais.Esta foi a primeira vitória da Ponte fora de casa e a primeira derrota da Inter sob o comando do técnico Luiz Carlos Ferreira, que tinha vencido os últimos três jogos. A Inter, com 14 pontos, continua ameaçada pelo rebaixamento.O jogo começou bastante equilibrado, principalmente por causa da marcação realizada no meio-campo. Mas os dois times sempre buscaram o gol. A Ponte nos contra-ataques e a Internacional explorando bem as laterais do campo. As duas principais chances do primeiro tempo foram do time da casa, com Paulinho e Luisinho Vieira, que exigiram grandes defesas do goleiro Alexandre.Logo no começo do segundo tempo, a Ponte Preta abriu o placar num descuido da defesa limeirense, que parou pedindo impedimento. O atacante Macedo lançou Piá, que virou o corpo e fez 1 a 0 sob os protestos injustificados dos jogadores da Inter. Alguns minutos depois, a Ponte poderia ter definido o placar, quando Macedo aproveitou o rebote do goleiro Nilson para marcar o segundo gol, anulado pelo juiz Anselmo da Costa. Ele alegou que o atacante tinha se adiantado na cobrança da falta cobrada por Dionísio.A Inter buscou a reação, mas passou a errar muitos passes e pouca criatividade para ultrapassar o bem montado esquema defensivo da Ponte. Com o adversário em cima, a Ponte ficou com espaços para definir garantir a vitória nos contra-ataques, perdendo pelo menos três chances reais de gol.A principal chance da Inter aconteceu aos 46 minutos, quando Vitor Hugo acertou um chute forte que bateu na trave e, no rebote, quase o oportunista Paulinho conferiu. Líder do Paulistão, a Ponte Preta vai enfrentar o Gama-DF, quarta-feira, em Brasília, pela Copa do Brasil. No primeiro jogo, em Campinas, houve empate sem gols.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.