Ponte vence o São Caetano e garante a ponta do Paulistão

Time campineiro acaba com tabu contra a equipe do ABC e chega aos 12 pontos e 100% de aproveitamento

Agência Estado

26 de janeiro de 2008 | 20h27

Em grande estilo, com uma vitória convincente, por 3 a 0, a Ponte Preta segue com 100% de aproveitamento e líder isolada no Campeonato Paulista. Neste sábado à tarde, em uma exibição de gala, derrotou o São Caetano, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela quarta rodada. Veja também: Classificação Últimos resultados / Próximos jogosAlém de se manter mais uma rodada na ponta, agora com 12 pontos, a Ponte Preta acabou com o tabu de jamais ter vencido o time do ABC em Campinas. Em nove partidas, os visitantes haviam conquistado três empates e seis derrotas. De quebra, ela igualou a sua melhor estréia em Estaduais. Em 1976, também venceu as quatro primeiras partidas. Na oportunidade, bateu o XV de Piracicaba (1 a 0), Palmeiras (3 a 0), Guarani (2 a 1) e São Bento (1 a 0). Com a derrota, o São Caetano figura na 12.ª colocação, com quatro pontos, e pode ficar perto da zona do rebaixamento após as partidas de Domingo. O primeiro tempo da partida foi muito bom, com ambas equipes procurando o ataque, principalmente pelas laterais. Mais eficiente, a Ponte Preta abriu 2 a 0 no placar. Aos 19 minutos, o zagueiro César aproveitou escanteio da direita e desviou de cabeça. No último minuto, foi a vez de Marcelo Soares aparecer livre na área e, também de cabeça, ampliar. O São Caetano voltou para o segundo tempo com mais um atacante - Leandrinho no lugar de Glaydson -, mas quem marcou novamente foi o time da casa. Aos 13 minutos, Renato fez boa jogada pela esquerda e cruzou com força. Wanderley apareceu no primeiro poste e desviou com o pé direito, confirmando os três pontos. As equipes voltam a campo na próxima quarta-feira, às 19h30. O São Caetano enfrenta o Noroeste, em Santo André, enquanto a Ponte Preta joga em Bragança Paulista com o Bragantino.

Tudo o que sabemos sobre:
Ponte PretaSão CaetanoPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.