Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Ponte vence São Paulo e estraga festa de Rogério Ceni

A festa tinha sido preparada para o goleiro Rogério Ceni, que completou 38 anos neste sábado. Mas quem comemorou no Morumbi foi mesmo a Ponte Preta, que derrotou o São Paulo por 1 a 0, em jogo válido pela terceira rodada do Paulistão, e estragou o aniversário do capitão e ídolo são-paulino.

AE, Agência Estado

22 de janeiro de 2011 | 21h50

Depois de perder nas duas primeiras rodadas do Paulistão, a Ponte venceu neste sábado e acabou com um jejum de vitórias que já durava três meses - foram 12 partidas, com três empates e nove derrotas. Enquanto isso, o São Paulo tropeçou pela primeira vez e ficou parado nos seis pontos.

Na entrada em campo, a torcida são-paulina cantou "parabéns" para Rogério Ceni. O clima de festa estava armado no Morumbi, para que o São Paulo mantivesse o aproveitamento 100% no Paulistão. Mas a Ponte teve uma boa atuação e conseguiu surpreender com a vitória por 1 a 0.

O primeiro tempo do jogo foi marcado pelo equilíbrio. As duas equipes forçaram o ataque pelo lado esquerdo. Juan e Fernandinho criaram boas jogadas quando trabalharam juntos no São Paulo, enquanto a Ponte adotou a mesma tática com a dupla formada por Leandrinho e João Paulo.

Assim, Rogério Ceni teve trabalho com o ataque da Ponte. Do outro lado, o São Paulo também levou algum perigo, mas não conseguiu marcar seu gol. No segundo tempo, o panorama mudou: a equipe de Campinas passou a dominar a partida, encurralando os donos da casa e criando seguidas chances.

O técnico Paulo Carpegiani tentou fazer o São Paulo acordar e demonstrar um mínimo de criatividade, mexendo no time, mas não adiantou. Aos 31 minutos do segundo tempo, o atacante Tiago Luís aproveitou o rebote de Rogério Ceni e tocou para o gol de cabeça, garantindo a vitória da Ponte.

FICHA TÉCNICA:

São Paulo 0 x 1 Ponte Preta

São Paulo - Rogério Ceni; Juan, Alex Silva, Miranda e Juan; Rodrigo Souto, Cléber Santana (Fernandão), Carlinhos Paraíba (Xandão)e Fernandinho; Marlos (Marcelinho Paraíba) e Dagoberto. Técnico: Paulo César Capergiani.

Ponte Preta - Bruno; Guilherme, Leandro Silva, Ferron e João Paulo; Gil, Josimar, Mancuso (Gerson) e Renatinho (Xaves); Ricardo de Jesus e Márcio Diogo (Thiago Luiz). Técnico: Gilson Kleina.

Gol - Thiago Luiz, aos 31 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Flávio Rodrigues de Souza.

Cartões amarelos - Juan e Dagoberto (São Paulo); Mancuso, Josimar e Guilherme (Ponte Preta).

Renda - R$ 275.226,95.

Público - 11.743 pagantes.

Local - Estádio do Morumbi, em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato PaulistaSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.