Ponte venderá ingressos para final apenas para sócio torcedor

Intenção foi evitar repetição da confusão dos torcedores palmeirenses e prestigiar programa de fidelidade

Redação

30 de abril de 2008 | 12h13

A Ponte Preta começou a vender nesta quarta-feira, desde as 10 horas, nas bilheterias do Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, sua cota de 2.600 ingressos para o jogo final do Paulistão, contra o Palmeiras. Cerca de 1.800 dos bilhetes desta carga foram disponibilizados apenas para quem é sócio do projeto "Torcedor Camisa 10". O aviso foi alardeado justamente para evitar que se repitisse a confusão tanto da terça no Palestra Itália quanto da semana passada, no Majestoso.Veja também: As imagens do conflito entre torcedores e polícia na fila no Palmeiras Tumulto e arquibancadas esgotadas para Palmeiras x Ponte Serviço: para quem vai ao Palmeiras x Ponte, final do PaulistãoDa parte restante, a assessoria de Imprensa da Ponte avisa que 800 ingressos foram vendidos diretamente nas sedes da Torcida Jovem, da Nação Pontepretana e da Ser Ponte. Todos os ingressos custarão R$ 30, "assim como aconteceu na primeira final, só foram enviados ingressos de R$ 40 para o time visitante, no entanto, mais uma vez, um empresário que prefere se manter anônimo, está subsidiando R$ 10 de cada ingresso", relata Odair Marcucci, administrador do estádio, no comunicado.A Ponte Preta justifica a decisão de vender ingressos apenas para os sócios do "Torcedor Camisa 10" em três pontos: impedir a ação de cambistas; evitar que palmeirenses comprem os poucos ingressos destinados aos pontepretanos e valorizar os integrantes do programa de fidelidade do clube. Para comprar, é só exibir a carteirinha e ficar na fila. Se sobrarem ingressos - o que é improvável -, a diretoria ponte-pretana promete colocá-los à disposição dos torcedores comuns.  

Tudo o que sabemos sobre:
Ponte PretaPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.