Ponte 'vira a página' e mira vaga na Copa Sul-Americana

A situação delicada no Campeonato Brasileiro não pode interferir na Copa Sul-Americana. Este é o discurso adotado pelo técnico Jorginho na Ponte Preta, às vésperas do primeiro jogo internacional do clube em uma competição oficial. O duelo contra o Deportivo Pasto, da Colômbia, acontece na quarta-feira, às 19h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

AE, Agência Estado

23 de setembro de 2013 | 20h05

O treinador espera que os jogadores "virem a página" da briga contra o rebaixamento no Brasileirão, onde a Ponte é penúltima colocada, com 19 pontos, e foquem na vaga às quartas-de-final do torneio continental. "Um bom resultado na Sul-Americana pode nos motivar para nos recuperarmos no Brasileiro", argumentou.

E para sair na frente contra o time colombiano, Jorginho terá reforços. Recém contratados, o volante Fellipe Bastos, o meia Elias e os atacantes Adaílton e Leonardo, a exemplo da jovem promessa Rafael Ratão, de 17 anos, foram inscritos no torneio.

Os jogadores assumiram as vagas do lateral-esquerdo Rodrigo Biro, dos volantes Ferrugem e Paulo Roberto, do meia Ramirez e do atacante Éverton Santos. Todos os jogadores foram contratações fracassadas e não fazem mais parte dos planos do clube para este ano.

Com exceção de Ferrugem, que se recupera de grave lesão no tornozelo, todos os outros estão deixando o clube. O ala foi emprestado ao Atlético-PR, enquanto Paulo Roberto e Éverton Santos estão de saída para o Figueirense. Já Ramirez deve ser devolvido ao Corinthians, mas continua treinando à parte até um acordo financeiro entre os clubes.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaCopa Sul-Americana

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.