Por agressão, brasileiro Fernando é banido do Sul-Americano

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) baniu nesta segunda-feira o volante brasileiro Fernando do Sul-Americano sub-20. O jogador agrediu o árbitro colombiano Albert Duarte ao final da partida contra o Chile, disputada no último domingo, que terminou empatada por 2 a 2.Fernando, que pertence ao Vila Nova (GO), disputaria mais três partidas pela seleção no hexagonal final da competição, que classifica os quatro melhores para o Mundial da categoria. O campeão e o vice também ganham vaga à Olimpíada de 2008.Para punir Fernando foram utilizadas fotografias da imprensa local e algumas imagens de televisão. No entanto, a pena do volante pode ser ainda maior, já que no dia 13 de fevereiro, numa reunião que acontecerá em Caracas, na Venezuela, o comitê responsável pela punição voltará a analisar o caso.Mais dois brasileiros envolvidos na confusão também foram punidos. O lateral-esquerdo Carlinhos e o zagueiro Thiago Heleno pegaram dois jogos de suspensão. Desta forma, eles não entram em campo contra o Uruguai, na próxima terça-feira, e contra o Paraguai, na quinta.Fora do Fair PlayPor causa dos incidentes, a Conmebol ainda decidiu excluir a seleção brasileira da disputa do Troféu Fair Play, oferecido ao país com o menor número de cartões no Sul-Americano. Para a entidade, o comportamento apresentado pelos brasileiros vai contra o "esperado" por uma seleção de futebol.Além disso, a Conmebol ordenou que as partidas da quarta rodada, marcadas para esta quinta-feira no Estádio Feliciano Cáceres, em Luque (local do jogo entre Brasil e Chile), sejam todas realizadas no Defensores del Chaco, em Assunção. O motivo apresentado pela entidade foi a falta de segurança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.