Alvaro Jt./ Ponte Press
Alvaro Jt./ Ponte Press

Por 'carreira solo', auxiliar Felipe Moreira anuncia saída da Ponte Preta

Membro da comissão técnica foi desligado do clube dias após a chegada do treinador João Brigatti

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de fevereiro de 2020 | 16h13

Felipe Moreira não faz mais parte do quadro de funcionários da Ponte Preta. O auxiliar técnico foi desligado do clube, dias após a chegada do treinador João Brigatti, que substituiu Gilson Kleina. Ele fazia parte da comissão permanente da equipe de Campinas e optou por seguir "carreira solo".

Dois motivos levaram Felipe Moreira a sair da Ponte Preta: o fato dele querer seguir a carreira como treinador e a chegada de Bazílio Amaral, que chegou ao clube ao lado do novo treinador. Já Fábio Moreno, que assumiu o clube de forma interina, segue na comissão técnica.

RETROSPECTO

Felipe Moreira chegou à Ponte Preta em 2018, para o time sub-20, e comandou o clube no ano passado entre a demissão de Jorginho e a contratação de Gilson Kleina. Na ocasião, perdeu para o Brasil de Pelotas por 1 a 0, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Antes de sua segunda passagem pelo time campineiro, Felipe Moreira chegou a ser efetivado no cargo de treinador em 2017. Neste período, obteve quatro vitórias, três empates e uma derrota - com 62,5% de aproveitamento. No entanto, saiu após a eliminação na Copa do Brasil frente ao Cuiabá.

Entre os anos de 2015 e 2016, ele comandou a Ponte Preta em mais 11 partidas, conquistando outras quatro vitórias.

Tudo o que sabemos sobre:
Gilson KleinaPonte Pretafutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.