Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Por causa da Libertadores, Renato deve poupar titulares no Gre-Nal

Clássico acontece neste sábado e o Grêmio entra em campo na quinta-feira, contra o Libertad

Redação, Estadão Conteúdo

19 de julho de 2019 | 20h54

Gre-Nal é sempre um Gre-Nal. O técnico Renato Gaúcho sabe disso desde a década de 1980, quando era jogador da equipe tricolor. Mas, para a edição 421 do clássico, neste sábado, às 19 horas, no Beira-Rio, o treinador do Grêmio não deverá colocar em campo o que tem de melhor em seu elenco. Motivo: a maratona de jogos e a proximidade do duelo com o Libertad, quinta-feira, na Arena Grêmio, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores.

Durante o treino nesta sexta-feira, com quase duas horas de duração, o comandante não pôde contar com os zagueiros Geromel e Kannemann, além do atacante André. Isso pôde ser percebido na parte da atividade que foi aberta à imprensa. O trio acabou ficando fora de um rachão, comum em vésperas de confrontos, no CT Luiz Carvalho.

Já Rafael Galhardo trabalhou mais pela direita, na função de Alisson, herói da classificação da equipe às semifinais da Copa do Brasil ao marcar o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Bahia, na última quarta-feira, em Salvador.

Pepê, por sua vez, deve ser escalado no lugar de Everton, enquanto Diego Tardelli vai assumir o comando do ataque, que deverá ser municiado principalmente por Luan, que atuou em parte da partida contra a equipe baiana na Arena Fonte Nova.

Como é sua característica, Renato costuma deixar os titulares descansados para o jogo da Libertadores. Um provável time do Grêmio pode formar com: Paulo Victor; Léo Moura, David Braz, Rodrigues e Juninho Capixaba; Rômulo, Thaciano, Galhardo, Luan e Pepê; Diego Tardelli.

O Grêmio tem 14 pontos e está na décima colocação no Campeonato Brasileiro. Se vencerem o clássico, os gremistas ultrapassarão o Inter, que soma 16 pontos e hoje ocupa a quinta posição da tabela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.