Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Por causa de atrasos, cerimônia de Temer em Chapecó será às 10h

Presidente não comparecerá à Arena Condá para velório coletivo

Gilberto Amêndola, enviado especial a Chapecó, O Estado de S.Paulo

03 de dezembro de 2016 | 08h22

Um atraso na saída dos aviões vai postergar em pelo menos duas horas a cerimônia do presidente da República, Michel Temer, com os familiares dos atletas da Chapecoense neste sábado. A previsão agora é que o evento no aeroporto municipal de Chapecó ocorrerá às 10h.

Há pouco, dois aviões aterrissaram no aeroporto da cidade do oeste de Santa Catarina. O primeiro trazia o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, e o segundo, o ministro dos Esportes, Leonardo Picciani, e o secretário geral da CBF, Walter Feldman.

Nesta sexta-feira, a assessoria de imprensa do Planalto confirmou, por meio de nota, que Temer participa da Cerimônia de Honras Fúnebres em homenagem às vítimas da tragédia. Apesar de estar em Chapecó, o presidente não irá à Arena Condá, onde acontecerá um velório coletivo.

Já está definido que, no aeroporto, Temer vai entregar às famílias das vítimas a Medalha da Ordem do Mérito Desportivo como reconhecimento do governo federal e do povo brasileiro pelos serviços prestados ao País por todos os que estavam naquele voo. A Medalha da Ordem do Mérito é um reconhecimento do governo federal e do povo brasileiro pelos serviços prestados ao País por todos os que estavam naquele voo. (Com colaboração de Carla Araújo e informações do portal do Palácio do Planalto)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.