Paul Ellis/AFP
Paul Ellis/AFP

Por causa de expulsão, Guardiola recebe um jogo de suspensão na Liga dos Campeões

Técnico foi punido por ter conversado com membros da comissão técnica depois de ter sido expulso

Estadao Conteudo

04 Junho 2018 | 14h46

A Uefa anunciou nesta segunda-feira que o treinador Pep Guardiola vai cumprir um jogo de suspensão na primeira rodada da fase de grupos da próxima edição da Liga dos Campeões da Europa. À frente do Manchester City na última temporada e mantido para a próxima, o técnico foi expulso durante o intervalo da derrota de seu time por 3 a 0 para o Liverpool e se comunicou com a comissão técnica depois de ocupar um lugar na arquibancada.

+ Manchester City acerta renovação de contrato com Guardiola até 2021

+ Zenit é punido pela Uefa por racismo de torcida durante jogo da Liga Europa

Guardiola ainda recebeu um segundo jogo de suspensão, apenas de efeito probatório, que só será cumprido se ele repetir em um próximo jogo alguma infração disciplinar desta natureza. O Manchester City se classificou direto para a fase de grupos da próxima edição do torneio, mas o sorteio das chaves ainda não foi realizado.

Logo após o apito que decretou o fim do primeiro tempo contra o Liverpool, Guardiola reclamou de forma acintosa com o árbitro alemão Felix Brych, que deixou de validar um gol de Leroy Sané após marcação de um impedimento depois de o jogador do City ter recebido uma bola que foi originada por um toque de James Milner, do Liverpool.

Derrotado no jogo de ida das quartas de final da edição passada da Liga dos Campeões da Europa, o time de Guardiola acabou eliminado da competição após perder também o segundo duelo, em Manchester, por 2 a 1.

Já o Liverpool recebeu duas multas, uma no valor de 20 mil euros e outra de 6 mil euros, por incidentes que envolveram os torcedores do clube inglês nas duas partidas contra o Manchester City. Antes do primeiro jogo, o ônibus do time rival sofreu um ataque de pedras, enquanto, no segundo, fogos de artifício e objetos foram atirados no gramado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.