Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Por eleição no clube, vice-presidente entrega cargo no São Paulo

Roberto Natal deixa gestão e é cotado a sair como candidato no pleito de abril

Ciro Campos, Estadão Conteúdo

30 de setembro de 2016 | 20h44

O São Paulo anunciou nesta sexta-feira a saída do vice-presidente geral, Roberto Natel, sob a justificativa de razões pessoais. O dirigente é cotado como um dos candidatos à eleição presidencial do clube, em abril do próximo ano, e estava na gestão do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, desde o início, em outubro de 2015.

O desligamento de Natel começou a se concretizar na terça-feira. Membros da atual diretoria confirmaram à reportagem a retirada do dirigente. Horas depois, porém, o departamento de comunicação do São Paulo explicou que o vice continuava na gestão e atribuiu a um erro de comunicação a notícia sobre a saída.

Uma reunião na tarde desta sexta-feira definiu a situação de Natel. O São Paulo ainda não confirmou se haverá um substituto para o dirigente. O ex-vice é sobrinho de Laudo Natel, ex-presidente e patrono do clube, e teve divergências com Leco nos últimos meses.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.