Por enquanto, Robinho é inegociável

O presidente Marcelo Teixeira negou nesta segunda-feira novamente a informação de que o Real Madrid já teria contratado o atacante Robinho, conforme notícia publicada pela imprensa espanhola. "Se existe alguma proposta, esqueceram de comunicá-la ao Santos", comentou o dirigente, antes da apresentação do técnico Oswaldo de Oliveira.Teixeira nem gosta de ouvir falar nesse tema. "O Robinho não sai do Santos", disse o presidente, estranhando que os jornalistas estejam dando mais crédito ao jornal espanhol do que a ele. "Por mais crédito que vocês possam dar a um veículo de comunicação, a palavra do presidente do Santos tem mais crédito". O presidente santista informou que se reuniu há alguns dias com Robinho, seu empresário Wagner Ribeiro, e seu pai, Gilvan de Souza. "Ficou muito claro: o Robinho manifestou algumas preocupações que são normais depois de tudo aquilo que ele passou, nós demos todo o conforto a ele, estamos tomando uma série de providências normais diante de um profissional da qualidade dele e deixamos claro todas as providências que estão sendo tomadas. Ali mesmo eles encerraram o assunto e espero não ouvir mais nenhum tipo de comentário inerente à saída do Robinho".Essa é a situação atual, mas Marcelo Teixeira informou que, a partir de julho, o clube estará aberto a receber propostas. "Isso não quer dizer que o Santos, a partir deste momento, o Santos já negociou e só entregará no segundo semestre. O Santos não abriu negociação e nem abrirá com referência ao Robinho".Para Teixeira, essa é a verdade. "Se vocês tiverem de divulgar, divulguem exatamente a verdade, mas se quiseram dar crédito a outro veículo de comunicação, aí fica o direito de cada órgão da imprensa", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.