Reprodução
Reprodução

Por falta de provas, Justiça nega pedido de distanciamento da defesa da ex-mulher de Dudu

Vara Central de Violência Doméstica contra a Mulher recusa solicitação para que o jogador do Palmeiras seja obrigado a manter distância de Mallu Ohanna

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

01 de julho de 2020 | 11h40

O juiz Luis Fernando Decoussau Machado, da Vara Central de Violência Doméstica contra a Mulher, da Justiça de São Paulo, negou um pedido feito pela defesa da ex-mulher do atacante Dudu, do Palmeiras, que o acusa de agressão. Os representantes de Mallu Ohanna Rodrigues haviam solicitado que fosse concedida medida protetiva que garantisse que o jogador não pudesse se aproximar dela. No entanto, o juiz recusou o pedido ao alegar falta de provas. A informação foi publicada pelo Globo Esporte e confirmada pelo Estadão.

O casal se envolveu em uma confusão na semana passada em São Paulo. Dudu foi ao condomínio onde Mallu mora para entregar um computador e na saída os dois tiveram um desentendimento. A ex-mulher do jogador afirma ter sido agredida com socos e puxões de cabelo. Imagens do circuito de TV do prédio divulgadas pela defesa do atacante mostram a discussão do casal. Em um dos vídeos, Dudu é empurrado por Mallu ao tentar entrar no carro.

Por se tratar de um processo de violência doméstica, o caso tramita em segredo de Justiça. Procurada pela reportagem, a advogada que representa Mallu, Liliane Fonseca, afirmou que deve apresentar novas provas em breve para um novo pedido. O representante de Dudu no processo, o advogado Carlos Henrique Pereira, explicou que não poderia comentar o caso por ser sigiloso.

Para embasar a decisão, o juiz colheu depoimentos de cinco testemunhas e analisou fotografias do dia da confusão que foram apresentadas pela ex-mulher do jogador. Das pessoas ouvidas, duas afirmaram terem visto o casal trocando agressões mútuas e outras duas relataram que foi Mallu que bateu no jogador. A outra explicou não ter visto a confusão. No entender do juiz, as provas não justificam a adoção de medidas que imponham para Dudu se manter longe de Mallu.

O atacante do Palmeiras mantém a rotina de treinos no clube nos últimos dias e pode também ser negociado. A diretoria aguarda uma proposta oficial do Al-Duhail, do Catar, para fechar a venda. A expectativa é que a oferta seja de cerca de R$ 80 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.