Evelson Freitas/AE
Evelson Freitas/AE

Por 'gordurinha', Adílson Batista quer Santos superando o calor

Temperatura em Presidente Prudente pode chegar a 31ºC no jogo deste domingo

AE, Agência Estado

22 de janeiro de 2011 | 11h54

SANTOS - O Santos terá um adversário a mais para vencer o Grêmio Prudente e manter a liderança e os 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista: o calor de Presidente Prudente. Segundo a meteorologia, a cidade do interior deve ter dia ensolarado e temperatura máxima de 31ºC neste domingo. A partida está marcada para as 17 horas - na realidade uma a menos, se levado em conta o horário de verão.

"A gente espera fazer um bom jogo, independente do calor de ser cinco horas. Vamos para lá para tentar vencer", disse o técnico Adílson Batista, que traçou como meta uma arrancada logo no início do Paulistão para que o time possa administrar uma eventual vantagem quando dividir suas atenções com a Copa Libertadores.

"As dificuldades, cansaço de viagem, jogos duros, lesões, suspensões, vantagens... São coisas que a gente sabe que são importantes. Lá na frente a gente precisa ter essa gordurinha", citou Adílson.

O técnico disse ter visto evolução da equipe na vitória por 3 a 0 sobre o Mirassol, na quarta-feira, com relação à estreia no Estadual, no triunfo por 4 a 2 diante do Linense, no último final de semana.

"É o início de um trabalho. A gente está conhecendo os jogadores. A tendência é todos irem melhorando. Vi uma equipe mais segura contra o Mirassol. Principalmente no aspecto defensivo. Gostei, pois o time foi bem mais equilibrado", analisou.

Contra o Prudente, o time não deve ter alterações com relação ao que venceu o Mirassol. O atacante Zé Eduardo, em iminência de ser negociado com o Genoa, pode fazer sua última partida pelo Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.