Por indicação de Mano, Corinthians contrata atacante Bebeto

Com passagens por Santo André e Campo Bom, jogador de 30 anos assina contrato até o final da Série B

Marcel Rizzo e Marcius Azevedo, Jornal da Tarde

31 de julho de 2008 | 21h22

Sem alarde, o Corinthians contratou o 22.° jogador para a temporada. Bebeto, 30 anos, é centroavante e fez carreira em times de pequeno e médio porte do futebol brasileiro - como Santo André e 15 de Campo Bom (RS). Foi no time gaúcho que trabalhou com Mano Menezes, que o indicou ao clube de Parque São Jorge. Veja também:  Corinthians fará amistoso contra o Operário em agosto  Chicão sofre entorse no tornozelo e desfalca Corinthians "O jogador é indicação do Mano, que o conhece bem. O Mano conversou comigo e com o Gobbi e decidimos apostar", diz o diretor técnico Antonio Carlos. Bebeto chega para uma posição carente. No elenco, são dois homens com característica de "matador", nenhum titular. Lima não caiu no gosto do treinador, e Careca, recém-contratado do Águia Negra-MS, ainda não tem a confiança de Mano. Mas a idade do reforço, 30 anos, chamou a atenção. Não é uma aposta como o zagueiro William Alves, também indicado por Mano Menezes, mas que tem apenas 21 anos. "Experiência nunca é demais. Ele fez gols em todos os times que passou", defende Antonio Carlos. O contrato é curto - até dezembro. Mas mostra que a confiança da comissão técnica na dupla de ataque titular é limitada. Dentinho e Herrera, juntos, marcaram 31 gols (38% dos tentos do time no ano). Mas quando um está afiado, o outro entra em jejum. Por isso, o técnico gostaria de um artilheiro. Na Série B de 2006, atuando pelo Santo André, Bebeto fez oito gols só no primeiro turno. Acabou deixando o clube antes do final da competição por não se contentar com a reserva de Sandro Gaúcho. Na época, foi cotado para o Grêmio, que era treinado por Mano Menezes. Não está prevista uma apresentação oficial de Bebeto, com a pompa de receber a camisa de um dirigente, por exemplo. Ele deve apenas conceder entrevista coletiva, como ocorreu com Alves. O centroavante estava sem contrato desde maio, quando rescindiu com o América, do Rio. O jogador já deve participar, nesta sexta, do treino no Parque Ecológico.

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.