Por não pagar café da manhã, torcedores do Inter são presos

Grupo se dirigia a Florianópolis para assistir ao jogo contra o Figueirense; após depoimento, foram liberados

Carlos Alberto Fruet, Especial para o Estadão

04 de outubro de 2007 | 19h04

Sete torcedores do Internacional que se dirigiam a Florianópolis para assistir ao jogo contra o Figueirense, pela 29.ª rodada do Campeonato Brasileiro, foram detidos na manhã desta quinta-feira, na Praia da Pinheira, município de Palhoça, na região metropolitana da capital catarinense. Eles saíram de uma restaurante sem pagar o café da manhã, mas foram identificados pelo proprietário através do circuito interno de televisão. Um deles, Claiton Moreira de Castro Júnior, responde a processo por furto e tráfico em Porto Alegre e está em liberdade condicional. A delegada de Palhoça, Andréa Pacheco, informou que, após registrar a ocorrência, eles foram encaminhados ao Fórum da cidade para prestar depoimento e liberados. Os problemas não foram só esses, pois um dos motoristas do ônibus em que viajavam não estava registrado pela empresa, o extintor de incêndio estava vazio e havia três passageiros a mais do que os 30 que constavam na lista.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasileirão Série AInternacional-RS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.